Partilhar

Regime Jurídico do Processo de Inventário - Anotado

Legislação Anotada

Sérgio Nuno Coimbra Castanheira, Carla Câmara, Carlos Castelo Branco, João Correia

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
44,91 € 49,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Após quase quatro anos de vigência do novo Regime Jurídico do Processo de Inventário (aprovado pela Lei n.º 23/2013, de 5 de Março) chegou o momento de reflectir sobre a adequação das soluções adoptadas.
O legislador adoptou a cautela de consagrar dois patamares procedimentais.
Um, de natureza não contenciosa, é o que tramita junto dos Cartórios Notariais e, se bem se aprofundar, as suas atribuições acham-se impregnadas da fé pública, ínsita à função notarial.
Outro patamar foi consagrado, por via do qual a reserva de Juiz foi e é assegurada, o que se formalizou, aqui também em dois níveis.
O Regime instituído pela Lei 23/2013, de 5 de Março, mostrou-se adequado à necessidade de frustrar as delongas inerentes ao regime anteriormente consagrado no Código do Processo Civil.
Sinal de sucesso deste regime é a quase inexistente jurisprudência sobre aspectos que poderiam ser havidos como incorrectamente consagrados.
Contudo, nesta edição, os Autores entenderam realçar tal jurisprudência recente afim de facilitar o melhor entendimento possível dos novos institutos.

Ler mais

Autor(es)

Sérgio Nuno Coimbra Castanheira

Ler mais

Carla Câmara

Juiz de Direito

Ler mais

Carlos Castelo Branco

Juiz de Direito

Ler mais

João Correia

Advogado – Coordenador da Comissão de Revisão do Processo Civil

Ler mais