Partilhar

Sofrer e morrer onde se está - O Estado posto à prova e as provas do Estado

Coleção CES

José Manuel Mendes, Pedro Araújo

Em Stock


17,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O presente livro parte de uma interrogação de fundo: como apreender o Estado e a cidadania a partir das margens? Ou seja, a partir daqueles e daquelas que, apesar de integrados biopoliticamente nas estatísticas e nas políticas da população, não possuem uma pertença digna. Tal como as entendemos, as margens não constituem uma escolha ilustrativa e aleatória de casos, mas experiências vividas e efeitos de políticas e de dispositivos sociotécnicos que revelam, por um lado, a inelutável presença do Estado e, por outro, a arbitrariedade dos laços de cidadania. Os estudos presentes nesta obra abordam as pessoas afetadas pela canícula de 2003 em Portugal e França, e as políticas relativas a antigos territórios ligados à exploração do urânio e posterior requalificação ambiental, também em França como em Portugal.

Ler mais

Autor(es)

José Manuel Mendes

Doutorado em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde exerce as funções de Professor Auxiliar. Investigador do Centro de Estudos Sociais, tem trabalhado nas áreas dos movimentos sociais e ação colectiva e, mais recentemente, nas questões relacionadas com o trauma, o risco e a vulnerabilidade social. É cocoordenador do Observatório do Risco (osiris) e do Centro de Trauma, sediados no Centro de Estudos Sociais. Das suas publicações destacam-se os artigos «Pessoas sem voz, redes indizíveis e grupos descartáveis: os limites da teoria do actor-rede” (Prémio Análise Social 2011) e “Social Vulnerability Indexes as Planning Tools: Beyond the Preparedness Paradigm”, Journal of Risk Research.

Ler mais

Pedro Araújo

Investigador do Centro de Estudos Sociais – Laboratório Associado. É Mestre em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e licenciado pela mesma Faculdade. Os seus interesses de investigação centram-se nas questões do desemprego e, mais recentemente, do risco e da cidadania. Das suas publicações destacam-se os livros «A Tirania do Presente. Do trabalho para a vida às incertezas do desemprego» (Quarteto, 2008) e, em coautoria com Hermes Costa, «As vozes do trabalho nas multinacionais: o impacto dos Conselhos de Empresa Europeus em Portugal» (Almedina/CES, 2009), distinguido com o Prémio Agostinho Roseta (6ª edição).

Ler mais