Partilhar

Desconto: 10%
4,41 € 4,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Mafra chegou ao fim, escuro exílio. Mafra, o frio de Janeiro tiritando no corpo, a humidade nas paredes, os corredores soturnos onde moram presságios e maldições. Tudo ali é fugaz, predicação de tormenta, manhãs de incerteza e sobressalto, também júbilo e azul — melodias da esperança — , mas a pedra, a abóbada dos tectos, o sombrio dos claustros, perdido o fulgor de outrora, repassam os dias de um torpor longevo. Tudo ali é breve. Mesmo que as horas pesem, a vida hiberne. Mesmo que haja instantes de cristal e levitação. Agora, ao deixar o Quartel e as suas extensões de beleza ao lusco-fusco, a acridez dos silêncios, as coisas desatam o nó dentro das vivências, que começam já a ser outras, solta-se o fio e nada resta. Nada? Os estigmas, a espessura dos constrangimentos, permanecem. E a atmosfera solidária com que defendemos a nossa humanidade ameaçada.» Este é um extracto do belo romance de José Manuel Mendes que a Caminho agora reedita.


Ler mais

Autor

José Manuel Mendes

Doutorado em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde exerce as funções de Professor Auxiliar. Investigador do Centro de Estudos Sociais, tem trabalhado nas áreas dos movimentos sociais e ação colectiva e, mais recentemente, nas questões relacionadas com o trauma, o risco e a vulnerabilidade social. É cocoordenador do Observatório do Risco (osiris) e do Centro de Trauma, sediados no Centro de Estudos Sociais. Das suas publicações destacam-se os artigos «Pessoas sem voz, redes indizíveis e grupos descartáveis: os limites da teoria do actor-rede” (Prémio Análise Social 2011) e “Social Vulnerability Indexes as Planning Tools: Beyond the Preparedness Paradigm”, Journal of Risk Research.

Ler mais