Partilhar

Desconto: 20%
14,25 € 17,81 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Pronunciados com algumas semanas de intervalo, próximos pelos seus temas e pelos seus problemas, mas destinados a auditórios muitíssimo diferentes, estes discursos parecem invocar alguma razão por vir [raison à venir], enquanto democracia por vir [démocratie à venir] - na idade da dita «mundialização».
Os conceitos de «razão» (prática ou teórica, ética e jurídica, técnica também), os conceitos de «democracia», de «mundo» e sobretudo de «evento» [«événement»] (a chegada ou a vinda do «que vem» e de «quem vem») pertencem aqui a uma única meada problemática. Não se conseguiria desemaranhá-la sem um preâmbulo. Mas, sem formar um «sistema», um certo entrelaçamento, tal é a hipótese aqui a operar, permanece uma necessidade inflexível. E a sua análise uma tarefa. Para tal, um dos fios condutores mais visíveis seria a grande, urgente e tão difícil questão, o velho-novo enigma da soberania, nomeadamente da soberania estato-nacional - dita democrática ou não. [...]»

J. Derrida, do Preâmbulo

Ler mais

Autor

Jacques Derrida

Originário de uma família judia, Jacques Derrida faz os seus estudos secundários em Louis-le-Grand, onde encontra vários intelectuais como Pierre Bourdieu, Michel Deguy ou Michel Serres. Após o seu encontro com Louis Althusser, Derrida redige a sua tese sobre ‘Le problème de la genèse dans la philosophie de Husserl’. Após se tornar grande amigo de Michel Foucault, recebe a Agregação e vai ensinar para Harvard, nos Estados Unidos. Depois de 1962 vai ensinar para a Escola Normal Superior, onde é nomeado mestre-assistente em 1964. Os seus primeiros grandes livros são publicados em 1967, nomeadamente De la grammatologie, L’ Ecriture et la différence e La Voix et le Phénomène, e reexamina as teses metafísicas, erradicando os pressupostos da palavra ou o logocentrismo da nossa filosofia clássica.

Ler mais