Partilhar

A Rebelião das Massas

José Ortega y Gasset

Disponibilidade Imediata

Desconto: 20%
14,39 € 18,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«O homem vulgar, antes dirigido, resolveu governar o mundo. Esta resolução de avançar para o primeiro plano social produziu-se nele automaticamente assim que amadureceu o novo tipo de homem que ele representa. Se, atendendo aos efeitos de vida pública, se estuda a estrutura psicológica deste novo tipo de homem-massa, encontra-se o seguinte: primeiro, uma impressão nativa e radical de que a vida é fácil, farta, sem limitações trágicas; portanto, cada indivíduo médio encontra em si uma sensação de domínio e triunfo que, segundo, o convida a afirmar-se a si mesmo tal qual é, a dar por bom e completo o seu haver moral e intelectual. Este contentamento consigo próprio leva-o a fechar-se a qualquer instância exterior, a não ouvir, a não pôr em causa as suas opiniões e a não contar com os outros. A sua sensação íntima de domínio incentiva-o constantemente a exercer predomínio. Atuará, pois, como se no mundo só existissem ele e os seus congéneres: portanto, terceiro, intervirá em tudo impondo a sua opinião vulgar, sem consideração, contemplação, trâmites ou reservas, quer dizer, segundo um regime de “ação direta”.» Uma questão que adquire renovada atualidade na sociedade das redes sociais.


Ler mais

Autor

José Ortega y Gasset

JOSÉ ORTEGA Y GASSET, filósofo e ensaísta espanhol (1883-1955), estudou Filosofia na Universidade de Madrid, tendo prosseguido a sua formação nas Universidades de Leipzig, Berlim e Marburgo. A partir de 1910 torna-se catedrático de Metafísica na Universidade Central de Madrid.
A par da docência exerce uma intensa actividade política, cultural e filosófica, através da qual faz chegar aos seus contemporâneos o ambiente intelectual que se vive na Europa de então. Nos seus artigos de imprensa, ensaios e conferências desperta de modo singular o grande público para o que há de mais fecundo no labor filosófico, tornando-se um dos mais prestigiados pensadores do século XX.

Ler mais