Partilhar

O Colonialismo Português em África- De Livingstone a Luandino

Lugar da História

Diogo Ramada Curto

Em Stock


Desconto: 10%
24,21 € 26,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Este livro trata do império português nos séculos XIX e XX, analisando as políticas coloniais e alguns processos sociais e económicos que o atravessaram. O objetivo é reconstituir o ponto de vista dos que se confrontaram em diferentes situações coloniais, sem esquecer a historiografia sobre o império, as visões ideológicas sobre a questão das raças e um vasto leque de discursos, incluindo neles os que se reivindicaram da ordem das representações literárias. Trata-se de um trabalho de descrição, de reconstituição e de análise, nalguns casos bem minucioso. O mesmo carreia consigo um ponto de vista ético - que também pode ser concebido como um grito ou uma chamada à responsabilidade dos historiadores, jornalistas e investigadores de ofício contra duas posições que acabam por ter mais pontos em comum do que à primeira vista possa parecer. Por um lado, os que procuram dizer que o império nunca existiu, quer porque foi excecional, como durante o Estado Novo se procurou fazer crer, quer porque serviu propósitos mais New Age, que o tomam como um amontoado de discursos demonstrativos da sua inerente debilidade. Por outro lado, este livro pretende ganhar distância em relação às reduções do império e do colonialismo a um reportório dos legados, sobretudo dos legados bons, por oposição aos maus, e outras patranhas promovidas por um discurso académico circular em torno das questões da memória, pouco ou nada envolvido com os arquivos coloniais.

Ler mais

Amostra

Autor

Diogo Ramada Curto

DIOGO RAMADA CURTO, historiador, é doutorado em Sociologia Histórica. Lecciona na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, desde 1981. Foi professor da Cátedra Vasco da Gama em História da Expansão Europeia no Instituto Universitário Europeu de Florença (2000-2008) e professor visitante em várias universidades (Brown, Yale, King's College-Londres, EHESS-Paris). Foi co-fundador e director da colecção "Memória e Sociedade" (1988-2005) da Difel, onde fez publicar cerca de quarenta títulos de história e ciências sociais. Publicou recentemente Cultura Imperial e Projectos Coloniais, Séculos XV a XVIII (Campinas, Unicamp, 2009) e é co-organizador de A Expansão Marítima Portuguesa. 1400-1800 (Lisboa, Edições 70, 2010). Os seus principais interesses de investigação situam-se, actualmente, na área da história global, colonialismo, imperialismo e escravatura.

Ler mais