Partilhar

Cultura Política no Tempo dos Filipes (1580-1640)

Lugar da História

Diogo Ramada Curto

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
21,51 € 23,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Qual a cultura política em Portugal no tempo dos Filipes? Para os panfletários da Restauração, à tirania dos reis espanhóis, os Portugueses responderam com formas de resistência e de revolta, criando as condições que permitiram recuperar a independência da nação em 1640. A historiografia de oitocentos e o discurso nacionalista e corporativo do Estado Novo seguiu, nas suas linhas gerais, a mesma interpretação. Este livro, porém, sugere uma outra leitura. Sem dúvida, mais fragmentária e dispersa na multiplicidade dos ângulos que propõe. Com certeza, à margem das propostas neo-corporativas e jurisdicionalistas de algumas interpretações históricas revisionistas recentes que não resistem a um confronto com as fontes.

Ler mais

Autor

Diogo Ramada Curto

DIOGO RAMADA CURTO, historiador, é doutorado em Sociologia Histórica. Lecciona na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, desde 1981. Foi professor da Cátedra Vasco da Gama em História da Expansão Europeia no Instituto Universitário Europeu de Florença (2000-2008) e professor visitante em várias universidades (Brown, Yale, King's College-Londres, EHESS-Paris). Foi co-fundador e director da colecção "Memória e Sociedade" (1988-2005) da Difel, onde fez publicar cerca de quarenta títulos de história e ciências sociais. Publicou recentemente Cultura Imperial e Projectos Coloniais, Séculos XV a XVIII (Campinas, Unicamp, 2009) e é co-organizador de A Expansão Marítima Portuguesa. 1400-1800 (Lisboa, Edições 70, 2010). Os seus principais interesses de investigação situam-se, actualmente, na área da história global, colonialismo, imperialismo e escravatura.

Ler mais