Partilhar

Horácio - Poesia Completa

Horácio, Frederico Lourenço (Trad.)

Em Stock



Desconto: 20%
19,92 € 24,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A obra de Horácio é uma das mais influentes na história da literatura e da cultura ocidentais. Esta é a sua versão definitiva em português.

Horácio (65-8 a.C.) é, juntamente com Vergílio, o maior poeta da literatura latina. Pela variedade de vozes poéticas que ouvimos na sua obra, estamos perante um autor com muitos rostos: o Fernando Pessoa romano. Tanto a famosa Arte Poética como as diferentes coletâneas que Horácio compôs veiculam profundidade filosófica, mas também ironia, desprendimento e ambivalência. Seja na sexualidade franca (censurada em muitas edições anteriores) ou no lirismo requintado, este poeta lúcido e complexo deslumbra em todos os registos. 

A presente tradução anotada de Frederico Lourenço (com texto latino) é a primeira edição completa de Horácio a ser publicada em Portugal desde o século XVII. As anotações do professor da Universidade de Coimbra exploram as nuances, os intertextos e as entrelinhas da poética de Horácio, aduzindo sempre que possível paralelo de autores portugueses (com destaque natural para Luís de Camões e Ricardo Reis).


Ler mais

Autor(es)

Horácio

Quinto Horácio Flaco nasceu em 65 a.C., na Venúsia, sul de Itália. Apesar de ser filho de um ex-escravo, teve condições para estudar em Roma e, posteriormente, em Atenas, onde lutou ao lado dos republicanos contra Octaviano (César Augusto). Derrotado em Filipos, na Grécia (em 42 a.C.), voltou a Roma numa condição precária, iniciando a sua carreira literária com os dois livros de Sátiras e os Epodos. Por esta altura, conhece Gaio Cílnio Mecenas, que lhe assegura a independência económica para se dedicar à escrita; seguem-se os primeiros três livros de Odes e o primeiro livro das Epístolas. O momento alto da sua carreira, porém, parece ter sido o Cântico Secular, hino religioso que serviu como clímax dos Jogos Seculares, celebrando o início de uma nova era dominada por César Augusto, encomenda que lhe deu o fôlego necessário para escrever um quarto e último livro de Odes. Antes da sua morte, em 8 a.C., publicou ainda um segundo livro de Epístolas e a famosa Arte Poética. Horácio ficou conhecido entre nós como o príncipe dos poetas romanos.

Ler mais

Frederico Lourenço

Frederico Lourenço (Lisboa, 1963) é professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e investigador no Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Frederico Lourenço (Lisboa, 1963) é professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e investigador no Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da mesma instituição. Tem-se dedicado à tradução e ao comentário de clássicos da literatura grega e latina (com destaque para Homero, Vergílio e Horácio), assim como ao estudo do Novo Testamento e da versão grega do Antigo Testamento (Septuaginta). Em paralelo com a tradução da Bíblia, publicou na Quetzal uma edição bilingue dos Evangelhos Apócrifos Gregos e Latinos. mesma instituição. Tem-se dedicado à tradução e ao comentário de clássicos da literatura grega e latina (com destaque para Homero, Vergílio e Horácio), assim como ao estudo do Novo Testamento e da versão grega do Antigo Testamento (Septuaginta). Em paralelo com a tradução da Bíblia, publicou na Quetzal uma edição bilingue dos Evangelhos Apócrifos Gregos e Latinos.

Ler mais