Partilhar

Sabores com Histórias

Maria de Lourdes Modesto


Versão em Ebook

Ebook Adobe Digital Editions
Instruções de funcionamento


Desconto: 10%
12,58 € 13,98 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Com o seu estilo de escrita peculiar, e enquanto referência máxima da culinária portuguesa, Maria de Lourdes Modesto regresso ao mundo das novidades editoriais com um livro em que nos revela várias curiosidades e conselhos de confecção relacionados com um sem número de ingredientes e pratos com que todos estamos familiarizados ou, então, que apenas conhecemos à distância, de ambientes mais requintados. Mas este é também, ou acima de tudo, um livro de receitas.
Ao todo são mais de cinquenta ? entradas, peixe, carne, massas e doces - e trazem o selo de qualidade desta grande senhora da nossa cozinha.


Maria de Lourdes Modesto iniciou a sua carreira televisiva em 1958. Na RTP apresentou, ao longo de doze anos, o mais popular programa culinário de que há memória no país. Foi a pioneira portuguesa do live cooking. O sucesso do formato, que partia da sua paixão pela cozinha alentejana, levou-a a alargar horizontes e a estudar a culinária francesa e as tradições gastronómicas portuguesas. Escreveu vários livros, dos quais se destacam a Grande Enciclopédia da Cozinha, Cozinha Tradicional Portuguesa (o livro de culinária mais vendido em Portugal) e Receitas Escolhidas. É conhecida como «A Diva da Gastronomia Portuguesa». Em 2004 foi nomeada Comendadora da Ordem do Mérito.

Ver por dentro:

Multimdia:

Ler mais

Autor

Maria de Lourdes Modesto

Iniciou a sua carreira televisiva em 1958, quando, então professora de Trabalhos Manuais no Liceu Francês de Lisboa, foi convidada pela RTP para apresentar um programa de índole cultural. Foi na televisão pública portuguesa que apresentou, ao longo de doze anos, o mais popular programa culinário de que há memória no país.

Conhecida como «A Diva da Gastronomia Portuguesa», foi colhendo honras e louros nos mais variados palcos. José Quitério aclamou-a como «uma das cada vez mais raras Guardiãs do Fogo». O New York Times chamou-lhe, num artigo de 4 de março de 1987, «Portugal's Julia Child». Também Miguel Esteves Cardoso, na sua coluna Ainda Ontem, a louvou como «Uma das três grandes génios nascidas no século XX [em Portugal]». 

Ler mais