Partilhar

Regime Jurídico da Avaliação de Impacte Ambiental em Portugal - comentário / Environmental Impact Assessment Law in Portugal - with comments

Fora de Coleção

Maria Ana Barradas Toledo Rolla, José Eduardo de Oliveira Figueiredo Dias, Manuel de Almeida Ribeiro

Sujeito a confirmação por parte da editora

Desconto: 20%
19,39 € 24,23 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Inclue CD-ROM / Includes a CD-ROM

Índice


1. Prefácio
2. Índice ideográfico
3. Introdução
4. Notas prévias

1. Decreto-lei n.º 69/2000
2. Directivas 85/33//CEE e 97/11/CE
3. Portaria n.º 330/2001
4. Portaria n.º 1182/2000
5. Portaria n.º 123/2002
6. Convenção de Espoo

1. Comentário ao Decreto-lei n.º 69/2000
2. Comentário às Directivas 85/337/CEE e 97/11/CE
3. Procedimento de AIA - Fases
4. Procedimento de AIA- Entidades
5. Procedimento de AIA- Prazos
6. Procedimento de AIA- Esquemas

O Livro

O livro esta dividido em duas grandes partes. Entre as paginas 3 e 159, encontra-se a versão em língua portuguesa e, da página 3 até à 153, a versão em língua inglesa.
Cada uma destas partes contém duas secções:
a) a primeira secção, a toda a altura do livro, que inclui as considerações iniciais (a presente introdução, algumas notas prévias, a lista das abreviaturas usadas, um índice geral da obra e um índice ideográfico); b) a segunda secção, parte principal da obra, que está dividida, horizontalmente, em duas partes. A parte superior contém a legislação de AIA (nacional, comunitária e internacional); na parte inferior incluímos os comentários dos Autores ao Decreto-Lei n.º 69/2000, à transposição nacional da Directiva comunitária, alguns quadros relativos aos prazos estabelecidos no Decreto-Lei n.º 69/2000, às diversas fases procedimentais, aos intervenientes em cada uma delas e, finalmente, esquemas gerais e especiais relativos ao procedimento de avaliação de impacte ambiental.
A consulta dos comentários contidos na parte inferior da segunda secção e a sua relação com os textos legais estão facilitadas em virtude da numeração sequencial das notas e da chamada para essa numeração, inserida no próprio texto da lei e ainda peta indicação, antes de cada nota, do artigo e respectivo número e/ou alínea a que se refere.
À elaboração do livro, com as características referidas, presidiram duas ideias fundamentais:
a) por um lado, facilitar ao leitor a comparação entre o texto do Decreto-Lei n.º 69/2000 e o respectivo comentário e entre este e outra legislação comunitária, nacional e internacional relevante;
b) e, por outro, realçar as normas das Directivas comunitárias cujo efeito directo permite a sua invocação para integrar lacunas ou auxiliar a interpretação da lei nacional, ultrapassando, deste modo, algumas das falhas de transposição da legislação nacional de AIA.

O CD-ROM

Apesar da configuração original do livro, facilitadora da consulta cruzada de textos legais, directivas comunitárias e comentários dos Autores, muitas funcionalidades apenas estarão disponíveis na versão em CD-ROM, pelo que convidamos vivamente os leitores à sua consulta. A utilização do CD-ROM possibilitará:
a) a pesquisa automática de assuntos por termos-chave,
b) a consulta interactiva da legislação facilitada por remissões intra e extra legais,
c) um estudo tematicamente orientado, assegurado pelas remissões hipertextuais presentes tanto na parte da lei como do comentário,
d) a apreciação crítica da lei nacional facultada pelo confronto interactivo e bidirecional entre as normas nacionais e as correspondentes normas das directivas comunitárias,
e) uma visualização rápida das principais fases processuais, prazos aplicáveis e entidades competentes no procedimento da AIA,
f) o acesso directo à principal legislação e jurisprudência relevantes para o procedimento de AIA,
g) e, claro, a impressão de toda a legislação e jurisprudência disponíveis.

-- / --


The book

The book is divided in two large parts. There is the English version between pages 3 and 153 and the Portuguese version from page 3 to 159 (inverted pages).
Each of these parts contains two sections:
a) The first section, in the full height of the book, includes the initial thoughts (the current introduction, some explanatory notes, the list of abbreviations used, a table of contents and a general index of the book);
b) The second section, the main part of the work, contains the EIA legislation (National, European and International) and other legal diplomas directly related to the EIA regime, in the top part, and the authors' commentaries to Decree Law no. 69/2000 as well as to the national implementation of the European directive, in the bottom part; in this part you also find some tables concerning the time-frames established in Decree Law no. 69/2000, as well as the various phases of the procedure, the interveners involved in each of these phases and the documents and decisions that result from them.
The consulting of the comments in the bottom part of the second section and its relation to the legal texts is made easier by the sequential numbering of the notes and by calling the readers' attention to it in the text of the law, as well as by the indication, before each note, of the article to which it refers (and the respective number and/or line, when this is the case).
Two fundamental ideas guided the writing of the book, with the above-mentioned characteristics:
a) on the one hand, to make it simple for the reader to compare the text of Decree Law no. 69/2000 with its commentary and to compare this with the relevant European, National and International legislation;
b) on the other hand, to emphasize the norms of the European directives whose direct effect allows their invocation to integrate the lacunae or to help the interpreting of the national law, thus overcoming some faults in the implementation of the national legislation of the EIA.

The CD-ROM

Besides the original form of the book, which makes it simple to cross-check the legal documents, the European directives and the authors' commentaries, many of the functions will only be available on the CD-ROM version. Therefore, we strongly recommend you to consult it. Using the CD-ROM will enable:
a) an automatic search for subjects by introducing key-words;
b) the interactive consultation of the legislation made easier by intra and extra legal references;
c) a subject-oriented study, made possible by the hypertext references in the legal diplomas and in the commentary;
d) a critical assessment of the national law allowed by the interactive and bi-directional comparison between the national norms and the corresponding norms in European directives;
e) a quick view of the main phases of the procedure, schemes, time-frames and competent bodies in the EIA procedure;
f) direct access to the main legislation and jurisprudence relevant to the EIA procedure;
g) and, of course, the printing of all the available legislation and jurisprudence.

Ler mais

Autor(es)

Maria Ana Barradas Toledo Rolla

Ler mais

José Eduardo de Oliveira Figueiredo Dias

José Eduardo de Oliveira Figueiredo Dias licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra em 1990 e desde 1991 que é assistente nesta mesma instituição. É Mestre em Ciências Jurídico-Políticas, pela Faculdade de Direito de Coimbra, com uma dissertação realizada na área do direito público do ambiente (classificação de Bom com Distinção - 17 valores). No âmbito da prática docente nesta Faculdade leccionou já aulas práticas das disciplinas de Direito Administrativo (2° ano), Direito Administrativo e Fiscal (3° ano) e Teoria do Direito (5° ano).
É membro fundador do CEDOUA sendo, desde a sua criação, regente da disciplina de Direito Constitucional e Administrativo do Ambiente no respectivo curso de Pós-Graduação (nos anos lectivos de 95/96 a 99/2000 em conjunto com o Prof. Doutor Gomes Canotilho).
Exerceu funções docentes em diversos cursos do Centro de Estudos e Formação Autárquica (CEFA), da Universidade Internacional da Figueira da Foz e no Course in Human Rights and Democracy (Instituto lus Gentium Conimbrigae da Faculdade de Direito de Coimbra).
Tem diversas monografias, trabalhos académicos, artigos, comentários jurisprudenciais e recensões publicados, sendo colaborador assíduo da Revista do CEDOUA.
Integrou a comissão de juristas que, em 1997, no âmbito de protocolo celebrado entre o Ministério do Ambiente e o CEDOUA, procedeu ao estudo e elaboração de propostas para a revisão da legislação portuguesa sobre o procedimento de avaliação de impacte ambiental.

Ler mais

Manuel de Almeida Ribeiro

CURRICULUM VITÆ

Ler mais