Partilhar

Empregabilidade em Ciência da Informação

Cláudia M. Pinto

Em Stock


Desconto: 10%
10,80 € 12,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Cláudia Pinto parte de uma revisão da literatura internacional, procurando centrar-se na discussão dos conceitos de ‘emprego’, ‘desemprego’ e ‘empregabilidade’, definidos de forma distinta, mesmo em Portugal. Depois, a autora continua para  a apresentação e a discussão de diferentes modelos de empregabilidade, caraterizando, por fim, o Mestrado em Ciências  da Documentação e Informação, oferta formativa da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Na segunda parte, desenvolve o estudo empírico, debruçando-se sobre os diplomados do referido curso, ancorada na metodologia da investigação. Dentre as conclusões, destacamos o reconhecimento  da importância da formação em Ciências da Documentação  e Informação na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa por parte dos seus diplomados, uma tendência para a continuidade da formação na Universidade de Lisboa, tendo muitos dos alunos o curso de especialização na área e obtido na mesma instituição. Acrescente-se a formação em Ciências da Documentação e Informação na Universidade de Lisboa como fator de aumento da remuneração bruta dos diplomados e da empregabilidade. Cerca de 70% trabalha na área profissional das Ciências da Documentação e Informação, tendo ingressado no mestrado para consolidar e/ou atualizar a sua formação. Ainda, o curso de mestrado em Ciências da Documentação e Informação é visto como um meio de obtenção de competências, para além do título, essenciais para ingresso no quadro de distintas organizações e a melhoria da situação profissional e remuneratória dos diplomados. [CARLOS GUARDADO DA SILVA]  Este é um estudo crucial para o conhecimento da empregabilidade em Ciência da Informação, que contribui para a constituição de um observatório sobre a empregabilidade dos diplomados do 2.º ciclo de estudos na área. Tal é importante para desmistificar, por exemplo, por que razão os diplomados em Ciências da Documentação e Informação trabalham maioritariamente na administração pública, o que não causa admiração, quando os seus serviços se concentram na Área Metropolitana de Lisboa. E é, também, um primeiro passo para o estudo da empregabilidade dos diplomados em Ciência da Informação no território nacional, com valores elevados em Lisboa, que encontram uma possível explicação, para além da qualidade da formação oferecida, numa eventual maior oferta de emprego na região.


Ler mais

Autor

Cláudia M. Pinto

Ler mais