Partilhar

Desconto: 10%
12,60 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Se há processo que hoje, na esfera cultural e artística, mais precisa de ser compreendido e interpretado é a digitalização. Assim o exigem as mudanças radicais que têm estado a estimular e a reconfigurar o fazer da arte, o ethos artístico e também as modalidades de difusão e a própria relação dos indivíduos com as obras. Foram estas transformações, aceleradas por uma rede de computação que ganhou alcance mundial no dealbar do século XXI, que começaram por realçar, para os organizadores deste livro, a importância de promover uma reflexão sobre a conexão entre o digital, a cultura e as artes.
Esta obra apresenta treze capítulos que compõem uma abordagem multidisciplinar e estruturada em quatro núcleos temáticos. Nela o leitor pode encontrar ensaios críticos em torno das condições de produção, disseminação e incorporação das novas tecnologias da informação e da comunicação; estudos de caso sobre a migração de legados artísticos, como os do poeta Fernando Pessoa e do pintor António Dacosta, para o ambiente digital; análises de iniciativas de digitalização de reconhecidas instituições culturais portuguesas, como a Biblioteca Nacional de Portugal e a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema; pesquisas empíricas sobre o modo como os indivíduos integram os meios digitais na leitura e noutras práticas sociais. O livro é dirigido a todos os leitores interessados nas áreas de ciências sociais, estudos de cultura, ciências da comunicação, estudos literários e humanidades digitais.

 

Ler mais

Autor(es)

Teresa Duarte Martinho

Ler mais

José Luís Garcia

José Luís Garcia (1955) é investigador principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e doutorado em Ciências Sociais pela mesma universidade. Desenvolve pesquisa em teoria social crítica, sociologia da ciência e da tecnologia, filosofia da  tecnologia, economia política e estudos de comunicação, media e jornalismo. 

Ler mais

João Teixeira Lopes

Ler mais