Partilhar

As Identidades Assassinas

Amin Maalouf

Em Stock



Desconto: 20%
11,93 € 14,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Denúncia apaixonada da loucura que incita os homens a matarem-se uns aos outros em nome de uma etnia, língua ou religião, As Identidades Assassinas é uma tentativa de perceber porque é que, na história da humanidade, a afirmação de um sempre significou a negação do outro.

Na sua condição de homem situado entre o Oriente e o Ocidente, que gravita sobre toda a sua obra, seja ela literária - como em A Odisseia de Baldassare ou Escalas do Levante - ou histórica - como em As Cruzadas Vistas pelos Árabes -, quando se pergunta a Amin Maalouf se se sente mais libanês ou mais francês, ele responde: «O que me torna eu mesmo e não outra pessoa é que estou na estrema de dois países, duas ou três línguas, várias tradições culturais. É precisamente isso que define a minha identidade. Seria eu mais autêntico se amputasse uma parte de mim mesmo?»


Ler mais

Autor

Amin Maalouf

(Líbano, 1949) É um prestigiado escritor francês e, desde 2011, membro da Academia Francesa (onde foi preencher a vaga deixada pela morte de Lévi-Strauss). Dedicou grande parte da sua produção ao romance com vários títulos publicados e especial apetência predileção pelo romance histórico, entre os quais se destacam Leão, o Africano, Samarcanda ou o Périplo de Baldassare. O romance Le rocher de Tanios valeu-lhe o Prémio Goncourt em 1993. Mas também se aventura pelo ensaio: As Cruzadas Vistas pelos Árabes (1983, Prémio Maisons de la Press), Identidades Assassinas (1998) ou Um Mundo sem Regras (2009). Além disso, foi jornalista e chefe de redação da Jeune Afrique, embora se tenha iniciado no An-Nahar, em Beirute, em 1975, antes de se mudar para Paris. Em 2010 recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias pela sua obra.

Ler mais