Partilhar

As Solas Dos Pés Do Meu Avô

Tiago D. Oliveira

Em Stock



Desconto: 10%
12,60 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«V. retornar com a certeza do retorno é um movimento interno violento que castra qualquer liberdade. no jornal havia algo sobre o reverso dos movimentos migratórios pelo mundo, tive a sensação de me aproximar mais de meu avô, que nasceu e morreu sem tentar, numa mesma vida e nem por isso foi um só.»

Nas "rachaduras das solas duras" dos pés de um avô morto, "de cima de suas nove décadas", é que o poeta Tiago D. Oliveira tece a sua reflexão sobre a trama da existência. Tiago D. Oliveira explica desde o primeiro verso desta sua obra, o seu mote: é pelos pés de meu avô que entendo a vida.

Desse modo, é através de "um memorial em torno do pé" nas palavras de Clarisse Macedo, que o poeta narra a história da sua linhagem, fundada nas raízes personificadas pelas solas da ancestralidade: as rachaduras nas solas duras de meu avô/ escreveram estas palavras também.

Entre Lisboa e o Sertão, viagens de ida e de volta, "o poeta tece a sua reflexão sobre a trama da existência", repara Itamar Vieira Junior.

As Solas dos Pés do Meu Avô, publicado no Brasil em 2019 e finalista do Prémio Oceanos 2020, é um livro que evoca a experiência do fim, o ritual religioso, a fé, o povo e tudo o que este abarca.

Nas palavras de Itamar Vieira Júnior, neste livro de poesia As Solas dos Pés do Meu Avô muitas vidas irão despontar da pele ressequida destes pés - as dos ascendentes e descendentes, tendo sempre a paisagem da Terra, não como mero palco dessa jornada humana, mas como uma personagem prenhe de vida, seja a cidade, Lisboa, ou o Sertão profundo. O gado, a água, as ruas, a casa e a religiosidade são elementos que compõem a seiva perene que alimenta nossos corpos desde a raiz.

Com prefácio da doutora Clarissa Macedo e posfácio do escritor Ronaldo Cagiano, percebemos que ao ler esta obra que toca a imensidão de nós mesmos, constatamos que todos surgimos, de uma forma ou de outra, do caminhar dos que nos antecederam.

Ler mais

Autor

Tiago D. Oliveira

Tiago D. Oliveira nasceu em 1984 (Bahia, Brasil), graduado e mestrando em Letras pela UFBA (Brasil), tendo passado pela UNL (Portugal). Tem poemas publicados em blogs, portais, revistas e jornais especializados no Brasil, Portugal e Espanha. Participou em antologias no Brasil e em Portugal.

Publicou Distraído (poesia, ed. Pinaúna, 2014), Debaixo do vazio (poesia, ed. Córrego, 2016), Contações (poesia, ed. Patuá, 2018) e a edição brasileira de As solas dos pés de meu avô (finalista do Prémio Oceanos 2020). Escreve para o portal literário Letras In.Verso e Re.Verso. Vencedor do selo João Ubaldo Ribeiro 2020, na categoria poesia, com o original Soprando o vento.


Ler mais