Partilhar

Desconto: 20%
8,00 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A Tua Cara Não Me É Estranha é desarticulante que baste, como seria de esperar, tendo em conta os últimos livros do Autor. Mas não como o anterior [Lágrima, Assírio & Alvim, 2002], em que Helder Moura Pereira trabalhava por dentro dos ritmos e alterava as músicas conhecidas numa direcção torrencial e dissonante. Agora regressam as sombras e as calmas da imagem e da música, embora não as do sentido, que sofre as mesmas temperaturas e colide com os mesmos continentes de hábito. A clareza com que escreve é tal que há um efeito de encandeamento, às vezes, como se uma parte se calhar importante da imagem tivesse excesso de luz. O leitor é chamado para dentro do poema, não só por serem faladas as suas palavras de todos os dias como, sobretudo, aquelas que ele não estaria suposto a encontrar num poema. Depois, a fragmentação, que o leitor quereria conter ou remendar com as suas completudes (é o seu instinto de leitor), depressa se revela uma forma precisa, que procede por lampejos, por movimentos rápidos, por trocas inesperadas do som das frases pelo relevo dos objectos ou dos cenários ou das acções evocadas. Tudo de repente se desfaz em poesia, e a própria tensão erótica, a mais intensa, se vê com outras cores e noutros lugares de entendimento.”

Fernando Cabral Martins

Ler mais

Autor

Helder Moura Pereira

Ler mais