Partilhar

A Morte Contada por um Sapiens a um Neandertal

Juan José Millás, Juan Luis Arsuaga

Em Stock



Desconto: 10%
16,11 € 17,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Depois do livro que deslumbrou milhares de leitores, o génio de Juan José Millás e a sabedoria de Juan Luis Arsuaga voltam a juntar-se para continuar a maior viagem de todas: a da existência.

Na natureza, não há velhice nem decrepitude, só há plenitude ou morte, dizem-nos, agora, os autores do bestseller internacional A Vida Contada por Um Sapiens a Um Neandertal. Eis-nos, mais uma vez, felizes, a assistir a uma maravilhosa conversa entre o paleontólogo e o escritor, em que a literatura dança com a ciência e nos seduz.

Millás sente-se estrangeiro na velhice e Arsuaga vai-lhe desvendando aspetos essenciais da nossa existência, não sem se debater sobre os efeitos que o seu grau de discurso pragmático terá no poético e ainda sempre jovem escritor.

Morte, eternidade, longevidade, doença, envelhecimento e muitos outros temas são abordados e discutidos com humor e sabedoria, numa conversa onde a vida pulsa e o retrato da nossa evolução como espécie e indivíduos é feito como não tinha sido até… este sapiens e este neandertal se reunirem para um grande festim de inteligência.


Ler mais

Autor(es)

Juan José Millás

Ler mais

Juan Luis Arsuaga

Juan Luis Arsuaga Ferreras, nascido em Madrid em 1954, é licenciado e doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Complutense de Madrid e catedrático de Paleontologia na mesma universidade. Em 8 de abril de 1993 foi capa da revista Nature pelo artigo sobre a descoberta, em 1992, do crânio humano mais completo do registo fóssil da Humanidade: o crânio número 5, que é o crânio do Homo heidelbergensis. Membro da Equipa de Investigação dos Jazigos Pleistocénicos da Sierra de Atapuerca (Burgos, Espanha) desde 1982, sob a direção de Emiliano Aguirre Enríquez, e desde 1991 codiretor com José María Bermúdez de Castro e Eudald Carbonell de Castro da equipa que foi galardoada com o Prémio Príncipe de Astúrias de Investigação Científica e Técnica de 1997 e com o Prémio Castilla y León de Ciências Sociais e Humanidades de 1997. É diretor do Museu da Evolução Humana de Burgos, membro da Academia Nacional de Ciências dos EUA e conferencista nas universidades de Londres, Cambridge, Zurique, Roma, Arizona, Filadélfia, Berkeley, Nova Iorque e Telavive.

Ler mais