Catarina Gomes

Catarina Gomes nasceu em Lisboa, em 1975. É autora de três livros de não ficção. Em Coisas de Loucos (Tinta-da-China, 2020) conta as vidas de oito doentes psiquiátricos a partir de objetos pessoais que deixaram para trás no antigo Manicómio Miguel Bombarda. Em Furriel não é nome de pai (Tinta-da-China, 2018) revela a história desconhecida dos filhos que os militares portugueses tiveram com mulheres africanas durante a Guerra Colonial e que deixaram para trás. Em Pai, Tiveste Medo? (Matéria-Prima, 2014) aborda a forma como a experiência do conflito chegou à geração dos portugueses filhos de ex-combatentes. As três obras fazem parte do Plano Nacional de Leitura. Jornalista do Público durante quase 20 anos, as suas reportagens receberam alguns dos prémios nacionais mais importantes da área, como o Prémio Gazeta. A nível internacional, foi duas vezes finalista do Prémio de Jornalismo Gabriel García Márquez e recebeu o Prémio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha. Terrinhas, vencedor do Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís, é o seu primeiro romance.


  • Filtrar por: