Partilhar

O Olhar do Viajante - Dos Navegadores aos Exploradores

Temas de Literatura de Viagens

Vários | Coordenação: Fernando Cristóvão

Em Stock


Desconto: 78%
5,00 € 22,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Série Literatura de Viagens - 2

Num seminário promovido pelo CLEPUL vários especialistas de Literatura, História, Filosofia, Antropologia, Arte e Cartografia procuraram ler nos olhos dos viajantes as suas intenções ocultas. Bem acentuada se revelou a rotação desses olhares, na passagem dos Navegadores para os Exploradores.
Os primeiros, tanto exprimiam a boa-fé e a ingenuidade na procura do Paraíso, quando a colonização ainda não evoluíra para o colonialismo, como manifestavam exagerado zelo proselitista e fanático, agravado pelo incremento da escravatura.
Os segundos, em pomposas «viagens filosóficas», tanto alargavam os conhecimentos científicos sobre a Natureza e o Homem, como, por cima deles, contabilizavam o valor das matérias-primas e inventavam a teorização e a prática do racismo, ao ponto de as Sociedades Científicas promoverem os espectáculos dos jardins zoológicos humanos. Pelo meio, ficou a interrogação dos que, decepcionados com a falta de novidade do Novo Mundo, projectavam sonhos de protesto ou de modelos sociais de carácter utópico.

Índice


Apresentação, de Fernando Cristóvão

João David Pinto Correia - Deslumbramento, horror e fantasia. O olhar ingénuo na Literatura de Viagens

Horácio Peixoto de Araújo - O fascínio do diferente nos relatos de viagens pelo Oriente

Maria Lúcia Garcia Marques - A escrita do primeiro olhar. Uma re-leitura do «Roteiro» de Álvaro Velho e da «Carta» de Pêro Vaz de Caminha

Maria Adelina Amorim - Frei Cristóvão de Lisboa, primeiro missionário naturalista da Amazónia

Alexandra Curvelo - O poder dos mapas

Ana Vasconcelos - «Algo de velho, algo de novo e algo de estranho». Imagens da Nova Holanda de João Maurício de Nassau

Alberto Carvalho - Estética, ciência e estética do olhar na Viagem de Capelo & Ivens

Rogério Miguel Puga - O olhar através do género. A imagem do índio brasileiro na literatura portuguesa de Quinhentos

Maria da Graça Mateus Ventura - Do «Paraíso Terrenal» a «El Purgatório»: percursos de desencanto

Joaquim Cerqueira Gonçalves - O olhar da ciência, da ideologia e da utopia

Fernando Cristóvão - Da «boa-fé» colonizadora à «má-fé» colonialista e racista

Juan Gil - Viajes y viajeros. Modalidades y motivaciones desde la Antigüedad clásica hasta el Renacimiento

Sobre os autores

Índice onomástico

Ler mais

Autor

Fernando Cristóvão

Fernando Alves Cristóvão, que usa o nome literário de Fernando Cristóvão, foi Assistente de Vitorino Nemésio na Faculdade de Letras de Lisboa, tendo-lhe sucedido na Cátedra de Literatura Brasileira. Foi Presidente do Instituto de Cultura e Língua Portuguesa - ICALP -, actual Instituto Camões, e é membro da Academia das Ciências de Lisboa. Pertence ainda a várias instituições científicas nacionais e internacionais e actualmente integra a Comissão de Avaliação Externa das Universidades Portuguesas. Foi professor visitante e conferencista em várias universidades estrangeiras -Rio de Janeiro, Salvador da Bahia, Brasília, Rennes, Utrech, Colónia, Pequim e Seul. Dirige uma equipa de investigadores na área de "Literatura e Cultura" do Centro de Literaturas de Expressão Portuguesa da Universidade de Lisboa - CLEPUL, da FCT, privilegiando as temáticas brasileira e de literatura de viagens. É Presidente da Associação de Cultura Lusófona - ACLUS, sediada na Faculdade de Letras de Lisboa, onde prepara, com uma escolhida equipa, o Dicionário Temático da Lusofonia. PUBLICAÇÕES DO AUTOR: - Os Sermões do Teólogo Diogo de Paiva deAndrade, Tese de Licenciatura, Lisboa,Faculdade de Letras de Lisboa, 1966. - "Marília de Dirceu" de Tomás António Gonzaga, ou a Poesia como Imitação e Pintura, Lisboa, Imprensa Nacional, 1981; reedição: Lisboa, Imprensa Nacional, 2002. - Cruzeiro do Sul, a Norte, Lisboa, Imprensa Nacional, 1983. - Notícias e Problemas da Pátria da Língua, Lisboa, ICALP, 1985. - Diálogos da Casa e do Sobrado, Lisboa, Edições Cosmos, 1994. - Gracilíano Ramos: Estrutura e Valores de um Modo de Narrar, Rio de Janeiro, 1ª ed., Rio/Brasília, 1975; 4ªed., Lisboa, Cosmos, 1998. - Nacionalismo e Regionalismo nas Literaturas Lusófonas (coord.), Lisboa, Edições Cosmos, 1997. - Condicionantes Culturais da Literatura de Viagens (coord.), Lisboa, Edições Cosmos, 1999. - Método - Sugestões para a Elaboração de um Ensaio ou Tese, Lisboa, Colibri, 2001. - O Olhar do Viajante - dos Navegadores aos Exploradores (coord.), Coimbra, Almedina, 2003. - Nemésio, Nemésios (coord.), Lisboa, Colibri, 2003.

Ler mais