Partilhar

Desconto: 20%
13,28 € 16,60 €

Sinopse

Nestas crónicas da Serra da Nave, Aquilino Ribeiro descreve o camponês serrano ardiloso, orgulhoso e batalhador, que segue os ritmos do ano e da terra, vivendo da caça (por vezes furtiva), do campo, dos pequenos episódios do dia a dia. Lê-lo é sermos transportados para aqueles brejos e montes, para aquelas estações inclementes, para a sensualidade da Serra a pulsar de vida em nosso redor e para os dramas e alegrias das pequenas aldeias do interior de Portugal.

«É exatamente na literatura e em autores como Aquilino Ribeiro que encontramos toda a riqueza e contradição da visão culta do universo camponês, as suas luminosidades, o seu poderoso imaginário… Era necessário que algures numa serra, na Nave ou num navio, se criasse outra vez o rebelde crónico e o lobo sem coleira.»

Do prefácio de Álvaro Domingues

Ler mais

Autor

Aquilino Ribeiro

Aquilino Ribeiro nasce na beira Alta, em 1885 e morre em Lisboa em 1963. 
Deixou uma vasta obra em que cultivou todos os géneros literários, partilhando com Fernando Pessoa, nas palavras de Óscar Lopes, lugar cimeiro nas Letras Portuguesas. 
Sócio de número da Academia das Ciências, foi reintegrado após o 25 de Abril, a título póstumo, na Biblioteca Nacional, condecorado com a Ordem da Liberdade e homenageado aquando do seu centenário pelo Ministério da Cultura. Em Setembro de 2007, por votação unânime da Assembleia da República, o seu corpo foi depositado no Panteão Nacional.

Ler mais