Partilhar

Memorial de Aires

Machado de Assis

Em Stock



Desconto: 10%
14,31 € 15,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O último romance de Machado de Assis marca o nascimento de uma NOVA COLECÇÃO da Tinta-da-china, dedicada ao melhor da literatura brasileira e coordenada por Abel Barros Baptista e Clara Rowland.

Memorial de Aires é o último romance de Machado de Assis, publicado no ano da sua morte (1908). Obra extremamente depurada, é a segunda atribuída ao conselheiro Aires, diplomata aposentado, que apareceu no romance anterior, Esaú e Jacó (1904), onde é personagem e autor ficcional. Agora, escreve um conjunto de anotações quotidianas, o Memorial, nos anos de 1888 e 1889. No cenário da abolição da escravatura,

Aires é uma figura complexa como testemunha e comentador: acompanha o velho casal Aguiar e a sua orfandade às avessas, enquanto na escrita se dedica à bela viúva Fidélia, e se envolve nos meandros divagantes do seu próprio e inesperado desejo. Ao mesmo tempo terno e cruel, o livro oscila entre o apontamento disperso e a narrativa escorreita, sempre contido e conciso, enquanto a sombra discreta do Fausto perpassa melancólica, quase indiferente… 


Ler mais

Autor

Machado de Assis

Machado de Assis [1839-1908] Filho de pai carioca e de mãe açoriana, foi aprendiz de tipógrafo, revisor, jornalista. Poeta e dramaturgo, foi contudo no conto e no romance que se afirmou como o mais importante autor da literatura brasileira. Da sua obra destacam-se Memórias Póstumas de Brás Cubas, Várias Histórias, Quincas Borba, Dom Casmurro e Memorial de Aires, este último publicado pouco tempo antes da sua morte.

Ler mais