Partilhar

Memórias Anotadas

José Medeiros Ferreira

Sujeito a confirmação por parte da editora

Desconto: 10%
17,90 € 19,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Estas memórias relatam a luta heroica de um homem pela sobrevivência política e pelo seu direito à intervenção pública num sistema político fechado, constituindo um depoimento de enorme qualidade e interesse para os historiadores contemporâneos.»
Eduardo Paz Ferreira

José Medeiros Ferreira (1942-2014) distinguiu-se como dirigente estudantil e opositor ao regime salazarista, como governante em particular na fase fundadora da democracia portuguesa, como interventor no espaço público e como académico e historiador. Nos múltiplos campos do seu multifacetado percurso, José Medeiros Ferreira mostrou possuir uma rara capacidade de pensamento livre e autónomo, uma aguda clarividência quanto ao devir da sociedade portuguesa, um reconhecido talento de análise prospetiva alimentado por uma vasta cultura e visão históricas, uma elevada noção da intervenção política e cívica - que exerceu com inteligência, empenhamento e pautada pelos valores da liberdade e da democracia.

Obra coordenada pela pedagoga Maria Emília Brederode Santos, pela historiadora Maria Inácia Rezola e pelo professor Miguel Medeiros Ferreira.
Contém entrevistas de Medeiros Ferreira a Anabela Mota Ribeiro, Luís Osório, Maria João Avillez e Maria João Seixas.

 

Ler mais

Autor

José Medeiros Ferreira

(1942 - 2014) Licenciou-se em História, pela Universidade de Genebra, em 1972, e doutorou-se em História Institucional e Política (Universidade Nova), em 1991. Foi assistente na Faculdade de Ciências Económicas e Sociais da Universidade de Genebra (1972-1974) e assistente convidado da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova (1981-1991), onde passou a professor auxiliar (1991-1999). É professor associado da mesma faculdade desde 1999, membro do Instituto de História Contemporânea, e preside ao Conselho Geral da Universidade Aberta (desde 2009). Deputado à Assembleia Constituinte (1975-1976), foi Ministro dos Negócios Estrangeiros do I Governo Constitucional, assinou a Adesão da República Portuguesa ao Conselho da Europa assim como à Convenção Europeia dos Direitos Humanos em 1976 e preparou com êxito o pedido de Adesão à CEE em 1977. Depois, como deputado da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa desde 1995 a 2005, foi vice-presidente desta entre 1999 e 2002. Antes fora eleito deputado ao Parlamento Europeu quando da adesão de Portugal e até 1989. Também foi presidente da Comissão de Assuntos Europeus da Assembleia da República na Legislatura de 1995 a 1999 Como professor universitário regeu as disciplinas de História Política Europeia no Mestrado de História Contemporânea da FCSH da UNL entre 1990 e 1995, e de Relações Euro-Atlânticas no Mestrado de Relações Internacionais na Universidade dos Açores entre 2000 e 2011. Convidado para inúmeros colóquios, seminários e conferências, publicou diversa obra sobre temáticas europeias e internacionais que constam da sua bibliografia. Colabora assiduamente em jornais, revistas e televisão e continua a investigar sobre questões europeias. A organização europeia é um dos núcleos mais densos do seu estudo e actividade.

Ler mais