Partilhar

Manual de Teatro - Cadernos ContraCena

Antonino SolmerVários

Temporariamente Indisponível



Desconto: 10%
17,55 € 19,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O repto foi:

«Vamos fazer aquele livro que cada um gostaria de ter tido para consultar quando fomos estudantes de Teatro, quando somos professores de Teatro ou, simplesmente, quando temos curiosidade em relação ao universo teatral e aos processos de construção do espetáculo»

Manual de Teatro nasceu de uma vontade e de um repto lançado por Antonino Solmer a um grupo de profissionais, alguns dos quais haviam sido seus alunos. Assim nasceu esta obra, cuja 1ª edição data de 1999 e que hoje, com esta 5ª edição, procura continuar a responder às necessidades dos profissionais e dos amadores de teatro.

O leitor interessado encontrará neste manual não só um valioso quadro cronológico comparativo de toda a história do teatro e uma perspetiva sucinta da evolução dos estilos e formas de representação, complementados com um glossário de termos teatrais, mas também ferramentas de trabalho, teóricas e práticas, para todas as fases da construção de um espetáculo: desde a formação do ator, passando pela produção, encenação, dramaturgia, cenografia, maquinaria de cena, figurinos, maquilhagem, som, luz, etc.

Ler mais

Autor(es)

Antonino Solmer

Nome literário de Antonino Proença Marques (Lisboa, 1950), é um ator e encenador português. Formou-se no curso de Actores-Encenadores da Esc. Sup. de Teatro e Cinema de Lisboa, onde foi professor, e estagiou na Polónia, tendo como mestre de estágio Jozef Szajna.

Passou pelo Teatro Studio de Varsóvia, Acad. Sup. de Estudos Cenográficos e de Encenação, Escolas Superiores de Varsóvia e de Cracóvia, e Teatr Laboratorium. Actor desde 1967, foi protagonista de peças como Prometeu, A Mandrágora, Ivanov, Kartoteka, entre outras. Trabalhou, entre outros, com os encenadores Ricardo Pais A Mandrágora, Magic Afternoon), Osório Mateus (A Guarda), Jorge Listopad (Ivanov, Benilde ou a Virgem Mãe) e Fernanda Lapa (As Bacantes). A sua última aparição foi em (Lilncoln Portrait) como Orador com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, no Casino do Estoril e Cinema S. Jorge. No cinema, trabalhou principalmente com João Mário Grilo (O Processo do Rei) e Fernando Matos Silva (Ao Sul).Para a televisão trabalhou com António Escudeiro (Beckford, Camilo Pessanha—Eu vi a luz em um país perdido), Ferrão Katzenstein (Tragédia da Rua das Flores, A Morgadinha dos Canaviais), Jaime Campos (Contos Mágicos, Um jeep em segunda mão, etc.). Integrou o elenco da série Duarte & Cª (Rogério Ceitil) e da telenovela Terra Mãe (NBP), para a RTP. Teve uma permanente atividade literária na construção, adaptação, reescrita e dramaturgia dos textos dos espetáculos que trabalhou. Foi Diretor do Teatro da Trindade e integrou a direção do Teatro Nacional de D. Maria II.Foi professor de teatro durante mais de 20 anos, nomeadamente na Escola Superior de Teatro e Cinema e tem reflexão teatral escrita dispersa por diversos periódicos portugueses e revistas especializadas.

Ler mais

Vários

.

Ler mais