Partilhar

Desconto: 10%
16,93 € 18,80 €

Detalhes do Produto

Sinopse

As crónicas de O Independente nunca publicadas em livro. Com prefácio de Paulo Portas e posfácio de MEC. 

Como sobreviveram as ideias veiculadas por MEC, há mais de 30 anos, nas suas muito aguardadas crónicas no semanário O Independente? O autor está hoje perto dos 70 anos, mas, naquela altura, antecipava que, à conta de perdas de tempo, chegaria aos 60 vivendo apenas 30. E, embora já fizesse previsões e promessas, também já dizia que o que lhe valia eram os restaurantes e o amor.

O que terá dito MEC, em 1989, sobre a fatwa decretada pelo Ayatollah Khomeini contra Salman Rushdie? E como terá sido a carta que dedicou a Álvaro Cunhal, dois anos depois, que começa com «Meu caro camarada» e termina com «um abraço, do seu admirador e amigo Miguel»? Sabia que, nesse mesmo ano de 1991, «o ano da depressão», Miguel Esteves Cardoso sonhou com a prisão de Paco Bandeira, 21 anos antes de este ter sido condenado por violência doméstica? E o que sabe de geografia? Sabia que Belize é a terra de Álvaro Size? Ou Burundi, a terra imundi? Ou ainda que a Suíça é o país da feijoca e da chouriça? E o que sabe da porno-toponímia internacional? Fique a saber tudo isso, bem como as 101 promessas de MEC para o ano de 1992, neste Independente Demente.

Ler mais

Autor

Miguel Esteves Cardoso

Miguel Esteves Cardoso nasceu em Julho de 1955. Em1978 licenciou-se com a nota máxima em Filosofia Política na Universidade de Manchester. Em 1983 doutorou-se na mesma Universidade, e ainda nesse ano foi nomeado investigador auxiliar no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. É autor de várias peças teatrais como Em Carne Cor-de-Rosa Encarnada (1982) e Os Homens (1993). Foi autor de vários programas de rádio e colaborou em diversos programas televisivos. Em 1987, fundou o jornal O Independente e, em 1990, a revista K. Tem escrito crónicas e actualmente assina uma coluna diária no jornal O Público.

Ler mais