Partilhar

Desconto: 10%
17,55 € 19,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Esta é a história de duas mulheres de diferentes gerações que fizeram parte da vida da autora. A primeira, a sua avó, foi adolescente nos «loucos anos 20»; a segunda, a sua mãe, viveu sob o salazarismo. Maria Filomena Mónica, que atravessou as mudanças de Abril de 1974, avalia essas duas mulheres através de recordações, cartas, diários, fotografias e outros documentos.

«Sabia que na minha família não havia nem sábios nem políticos célebres, mas de certo modo isso tornava o meu espólio mais valioso: aquelas cartas e aqueles diários haviam sido escritos por gente que não se tinha ilustrado, mas que, fosse por que fosse, decidira escrever. Sobre heróis, as biografias existem em catadupa; sobre os indivíduos com uma vida “normal”, poucas. Ora, estas são frequentemente mais capazes de nos revelar uma época do que aquelas. O facto de, há alguns meses, ter sido obrigada a abandonar o andar que alugara a fim de pôr os meus livros após a reforma da Universidade em 2002 obrigou-me a juntar documentos que andavam por esconsos.»

Ler mais

Amostra

Autor

Maria Filomena Mónica

Licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Lisboa, em 1969, e estagiou no Centro de Investigação Pedagógica da Fundação Gulbenkian, de que foi depois bolseira em Inglaterra. Doutorou-se em Sociologia pela Universidade de Oxford, em 1978, com a tese A Educação Popular e o Regime de Salazar (1926-1939). A par da carreira e das actividades académicas, colaborou regularmente nos meios de comunicação social. Além de ser autora de numerosos prefácios e artigos sobre questões de educação, sociais e culturais, e diversas obras em colaboração, escreveu duas dezenas de livros. Actualmente é investigadora-coordenadora do ICS da Universidade de Lisboa.

Ler mais