Partilhar

As Coisas Mais Simples

Nuno Júdice

Indisponível


Desconto: 10%
3,51 € 3,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O regresso a uma linha de poema narrativo, tratando os grandes problemas da poesia desde a era clássica até hoje. Mas há também um ponto de partida nas “coisas mais simples“ do quotidiano e da realidade, que são o motor do imaginário destes poemas.

Nuno Júdice tem publicado estudos sobre teoria da literatura e literatura portuguesa. Publicou as edições críticas de Sonetos de Antero de Quental e do Cancioneiro de D. Dinis, tendo no prelo Os Infortúnios Trágicos da Constante Florinda de Gaspar Pires Rebelo. É poeta e ficcionista. Publicou o primeiro livro de poesia em 1972. Recebeu os mais importantes prémios de poesia portugueses: Pen Clube em 1985, Prémio D. Dinis da Fundação Casa de Mateus em 1990 e da Associação Portuguesa de Escritores em 1994. O seu romance Por Todos os Séculos recebeu o prémio Bordalo da Casa da Imprensa. Tem livros traduzidos em Espanha, onde tem uma antologia na colecção “Visor” de poesia, Itália, Venezuela, México, Inglaterra e França, onde está publicado na colecção Poésie/Gallimard. Dirigiu até 1999 a revista Tabacaria. Os seus mais recentes livros são a compilação Poesia Reunida (1967-2000) que inclui Rimas e Contas, Prémio da Crítica 2000, Pedro, Lembrando Inês (2001), Cartografia de Emoções (2001), O Estado dos Campos (2003), e, em prosa, A Ideia do Amor e Outros Contos (2003) e O Anjo da Tempestade, Prémio Literário Fernando Namora (2004). Em 2005 publicou o livro de poemas Geometria Variável.

Ler mais

Autor

Nuno Júdice

Ler mais