Partilhar

Ver para Crer - Memórias de Descoberta e Formação de Talentos

Aurélio Pereira, Rui Miguel Tovar

Temporariamente Indisponível



Desconto: 10%
15,93 € 17,70 €

Detalhes do Produto

Sinopse

As histórias do maior caça-talentos do futebol mundial – Aurélio Pereira, o Sr. Formação

Aurélio Pereira fez a formação como jogador de futebol no Sporting Clube de Portugal, mas não chegou a sénior. Foi já com uma carreira de sucesso na área comercial que chegou a treinador, nas horas vagas, para ajudar o irmão. Treinou o Fofó e uma equipa de bancários que não eram bancários no campeonato do INATEL, até chegar novamente ao Sporting. E, a partir daí, fez história.

Para ele, o jogador sempre foi o elo mais forte. Aurélio Pereira é um defensor ferrenho do futebol humanizado, não mecanizado. Aprendeu-o na escola da vida, onde as propinas são mais caras. Transportando atletas para os jogos no seu Mini cor de laranja, dando dormida a outros na sua própria casa, para poderem ir aos jogos, aproveitando fins de semana românticos para ir espreitar peladinhas, Aurélio Pereira tornou-se o maior caça-talentos do futebol mundial. Foram 62 os internacionais pela principal seleção portuguesa que lhe passaram pelas mãos. Nomes como Paulo Futre, Luís Figo ou Cristiano Ronaldo encabeçam uma lista que inclui dezenas de outros craques, nomeadamente Adrien, Beto, Cadete, Carlos Xavier, Dani, Gelson, Hugo Viana, João Mário, João Moutinho, Nani, Peixe, Quaresma, Rui Patrício ou William. 

Neste livro, está a montagem da primeira rede nacional de olheiros, estão as histórias de 50 anos dedicados ao Sporting e das descobertas mais proveitosas para o clube, para a seleção e para todos os adeptos de futebol.


Ler mais

Autor(es)

Aurélio Pereira

Aurélio Pereira nasceu a 1 de outubro de 1947. Ligado ao Sporting há mais de 50 anos, faz de tudo pelo clube do coração. Primeiro, como jogador, nos escalões de juvenil e júnior; depois, enquanto treinador de todas as camadas jovens (bicampeão nacional de juvenis); e, por fim, como diretor desportivo de todo o futebol juvenil em 1995-96 e 1996-97. Pelo meio, em 1988, foi o pensador e o criador do inédito departamento de recrutamento, que coordenou durante mais de 30 anos. Pelos seus olhos, passaram centenas de jogadores, alguns deles os melhores do mundo, como Futre, Figo e Ronaldo.

Ler mais

Rui Miguel Tovar

Rui Miguel Tovar nasceu a 16 de fevereiro de 1977, filho de um lourinhanense e de uma lisboeta. Fez-se jornalista em 1995, no Dia de Todos os Santos (não há coincidências, só boas vibrações). Entrou no Record, graças ao diretor Rui Cartaxana. Em janeiro de 2009, transferiu-se para o generalista i e por lá se manteve até dezembro 2015, altura em que se fez ao piso do mundo do freelance. Atualmente, tem uma presença semanal no programa Grandiosa Enciclopédia do Ludopédio, da RTP.

Ler mais