Partilhar

Desconto: 10%
15,22 € 16,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Uma cor, um disco, um livro: "Ocre" é o primeiro volume de umaTrilogia das Cores que marca o regresso a solo, ao piano, de Filipe Raposo. Um ensaio sonoro que mistura música e cor, mas que se traduz também em reflexões, poemas, palavras.
Vermelho, preto e branco – são estas as três cores que inspiram a mais recente reflexão artística de Filipe Raposo. Ocre, a mais ancestral das tonalidades, é só o ponto de partida para uma trilogia musical jazzística, que neste primeiro volume se aproxima da música tradicional.
Mas este disco é também um livro em que cada texto, cada poema e cada citação exploram mais a fundo as origens deste encontro de influência.

Inclui Livro+CD.

Ler mais

Autor

Filipe Raposo

Filipe Raposo (Lisboa, 1979) é pianista, compositor e orquestrador. Iniciou os seus estudos pianísticos no Conservatório Nacional de Lisboa. Tem o mestrado em Piano Jazz Performance pelo Royal College of Music (Stockholm) e foi bolseiro da Royal Music Academy of Stockholm. É licenciado em Composição pela Escola Superior de Música de Lisboa. Tem colaborações em concerto e em disco com alguns dos principais nomes da música portuguesa: Sérgio Godinho, José Mário Branco, Fausto, Vitorino, Janita Salomé, Amélia Muge, Camané, Maria João.
Enquanto orquestrador e pianista, tem colaborado com inúmeras orquestras europeias. Colabora também regularmente como compositor e pianista em cinema e teatro, tendo feito as bandas sonoras para os filmes O Gelo (2016, Prémio de Melhor Banda Sonora no Caminhos Film Festival) e Refrigerantes e Canções de Amor (2016, Prémio de Melhor Canção Original nos Prémios Sophia — Academia de Cinema), ambos com realização de Luís Galvão Teles, e para espectáculos como Ruínas (2016), de António Pires, e Banda Sonora (2018), de Ricardo Neves-Neves. Colabora com a Cinemateca Portuguesa como pianista residente no acompanhamento de filmes mudos e tem desenvolvido com o artista visual António Jorge Gonçalves o projecto «4 Mãos». 
Em nome próprio editou os discos First Falls (2011, Prémio Artista Revelação Fundação Amália), A Hundred Silent Ways (2013), Inquiétude (2015) e Rita Maria & Filipe Raposo Live in Oslo (2018).

Ler mais