Partilhar

Tarefa é Tarefa – Crónicas de Ouvir

Eduardo Luciano

Em Stock



Desconto: 10%
10,80 € 12,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

São crónicas, senhor, são crónicas, que sendo muito materialistas (não é aquele significado, é o outro) operam pequenos milagres de não subservir (será que existe?!) o pensamento dominante, que alguns querem único, de abordar o incómodo, de levar à reflexão (e para outros, compreende-se, à rejeição), de olhar o “rei que vai nu”. Mas, sempre, de deixar o convite à percepção que lá vêm “novos carreiros” e que, se não os percepcionamos, podemos sempre dizer, por liberdade de escolha, “não vou por aí”.

Afinal, são crónicas que, abordando temáticas diferenciadas, têm linhas condutoras comuns que as impregnam de uma coerência ideológica (nos vários sentidos do termo) que se saúda, sobretudo, em tempos em que as vozes dos donos e/ou as/os (uma pitada de igualdade de género) troca-tintas são celebrados; que as fazem emanar um subtil humor português ou uma frontalidade que desconforta alguns ou uma ironia apropriada ao momento, mas nunca um micterismo impróprio.

[CARLOS PINTO DE SÁ, do Prefácio]. ***

Em Fevereiro de 2006 dei início a uma colaboração semanal com a DIANA FM, pensando que tal coisa iria durar uns meses, no máximo um ano. Foram quinze anos e alguns meses em que semanalmente disse o que achava que tinha a dizer, cumprindo a tarefa que me tinha sido atribuída. Quando assumimos uma tarefa, temos muitas vezes que nos sacrificar à suposta utilidade da mesma e escrever sobre coisas que não nos dão qual- quer prazer.

Nesses casos, ou saem panfletos sentidos ou “textos poéticos” sobre or- çamentos de estado e outras coisas ainda mais áridas. Apesar de tudo, consegui o milagre de estar sempre de acordo comigo próprio, usando as ferramentas ideológicas que felizmente fui colocando na minha mala de primeiros socorros.

Aqui estão apenas as que entendi que poderiam ser lidas fora do contexto temporal em que foram escritas.

Os meus agradecimentos à DIANAFM pela oportunidade de dizer o que me deu na gana e sem censura prévia ou sucessiva. Nos tempos que correm não é coisa pouca.

[EDUARDO LUCIANO]

Ler mais

Autor

Eduardo Luciano

EDUARDO LUCIANO – Barreiro (1960). Militante. Apaixonado. Eleito na Assembleia Municipal de Évora de 2005 a 2009. Vereador na Câmara Municipal de Évora de 2009 a 2021. Quanto ao resto da biografia ninguém tem nada a ver com isso. Estas crónicas foram ditas entre Fevereiro de 2006 e Junho de 2021 na DIANAFM.

Ler mais