Partilhar

Desconto: 20%
8,00 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

ÍNDICE

ACHAMENTO
Os NAUFRÁGIOS QUEREM-SE LONGE, NO MAR
A CACHOEIRA À FRENTE DO VERDE
BOLA DE FOGO PRIMORDIAL
LUA CRESCENDO EM MONTE PASCOAL
Diz o NEGRO: UMA COISA EU SEI: NÃO sou FILHO DE CABRAL
O COZINHEIRO SENTE-SE A NAVEGAR
VIVEM ENTRE PLANTAS E ASTROS. É UMA AMIZADE QUE TÊM
EXPLICAÇÃO DA CACHOEIRA
AUTORIDADES TAMBÉM DANÇAM
HORIZONTE DE ACONTECIMENTOS
A DESOLAÇÃO COM PADRÃO À VISTA, MAS SEREI FELIZ, VLADIMIR
O QUE SÃO VERSOS? FÓRMULAS PARA A VIDA
SUPERNOVA
SOBRE O AUTOR

--/--

Um grupo de oito excursionistas compra férias no Monte Pascoal, onde Cabral avistou pela primeira vez terra brasileira. Procuram um suplemento de alma que os eleve acima das comezinhas vidas diárias. Uma revelação é a promessa incluída no pacote de três dias de lazer.

Atrás da cachoeira, uma paisagem virgem colocará cada um diante de uma verdade íntima surpreendente.

Um cozinheiro, cronista do lugar, nordestino de origem, uma guia e dois polícias são a estrutura do acolhimento.

Pela voz de um poeta e mais tarde de uma personagem, blocos da Carta de Pêro Vaz de Caminha soam como a fala inesperada de uma memória daquele lugar. Uma fala da paisagem indomada, antes de ser reserva.

E da alma dos Tupiniquins que restará?

Supernova, sol que resulta de uma fusão de estrelas, é um "poema" sobre a vida concreta de criaturas contemporâneas, que procuram nos mitos publicitários o que porventura podem ter à porta de casa.

Fernando Mora Ramos

Ler mais

Autor

Abel Neves

Ler mais