Partilhar

Desconto: 20%
7,99 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Se há sentimento que traz consigo um arco-íris de emoções ao coração humano, esse é o amor, ora doce oceano pacífico que entorpece os sentidos e amolenta vontades, ora indomável e brutal vendaval que endurece vontades e arrasa sentidos e vidas. Do oito ao oitenta pode ir qualquer alma sob o efeito deste elixir. Em Poemas de amor e angústia, é para a fonte de tristeza e angústia que a poeta nos encaminha… uma fonte por quase todos conhecida, pois só quem é incapaz de conter amor dentro de si nunca se banhou em tal fonte. Quando aquele que ama finalmente abre os olhos e descobre os fumos da fogueira cuja chama se extinguiu e da qual apenas cinzas restam, então fica a saber que chegou à dita fonte. A poeta já chegou lá e disso nos dá testemunho em poemas…

Ler mais

Autor

Maria Judite de Carvalho

Maria Judite de Carvalho (1921-1998) foi uma escritora portuguesa, unanimemente considerada uma das vozes femininas mais importantes da literatura nacional do século XX. É autora de contos, novelas e crónicas, assim como de uma peça de teatro e de um livro de poesia. Trabalhou nos periódicos Diário de Lisboa, Diário Popular, Diário de Notícias e O Jornal.
Foi casada com Urbano Tavares Rodrigues, de quem teve uma filha, e viveu em França entre 1949 e 1955, ainda antes da sua estreia literária. O resto dos seus anos, passou-os na capital portuguesa.
«Flor discreta» da nossa literatura, como lhe chamou Agustina Bessa-Luís, a obra de Maria Judite de Carvalho foi várias vezes galardoada, destacando-se o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, o Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários, o Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística e o Prémio Vergílio Ferreira.

Ler mais