Partilhar

+5% em Cartão Almedina
Desconto: 10%
16,75 € 18,60 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Introdução

Há bem pouco tempo, a Mónica encontrou em casa da sogra um livro de culinária portuguesa de 1815. Aí, encontrámos condimentos e produtos de uma variedade notável - que, hoje, muitos de nós não se lembrariam de utilizar. O que mais nos surpreendeu, porém, não foi a riqueza da culinária portuguesa, com a qual já estávamos familiarizadas; foi, sim, o excesso de ingredientes nutritivos. Ali encontrávamos sopas que levavam ovos, açúcar, presunto e muito, muito mais; pratos conjugando cinco e mais tipos de carnes com manteigas, natas, queijos! A única explicação possível para um tal excesso é que, com estes ingredientes, se pretendia tornar os pratos mais aconchegadores e desejáveis à luz dos padrões de vida de então.
Mas muito mudou desde essa época; de facto, mudou quase tudo! Hoje, vivemos muito mais tempo e exigimos de nós próprios uma vitalidade mais intensa - pelo menos em relação aos que, na época, consumiam tais pratos. Por isso, com o passar dos tempos, fomos cortando na gordura, no açúcar, nos excessos... mas nunca quisemos abdicar, está claro, das qualidades do sabor e da riqueza e especificidade da tradição.
Assim, partindo da raiz portuguesa da nossa culinária, explorámos a simplicidade, o sabor e o equilíbrio nutritivo que são imperativos indispensáveis do estilo de vida que temos nos nossos dias. Para tal recorremos frequentemente a métodos culinários orientais, que tornam as tarefas mais rápidas e fáceis (sim, porque não são só as quantidades gigantescas de ovos, de açúcar e gordura que não se conjugam com a nossa vida urbana pós-moderna, mas também o tempo da cozinha, deixou de se medir aos dias e passou a medir-se às meias horas, depois de voltar a casa ao fim do dia ou durante as horas perdidas dos fins de semana!).
Cozinhar não pode ser uma tarefa árdua e incomodativa - senão acabaremos todos por escapar para o Fast Food. Há que encontrar na cozinha o prazer das tarefas simples, a verdade da companhia partilhada com quem connosco a come. Reaprendamos a divertir-nos com as cores e o inesperado dos sabores. Há que saber escalar as tarefas, realizando-as por etapas, enquanto se lê o jornal ao domingo, ou durante o serão, por entre os programas de televisão e as conversas domésticas. É importante ensinarmos aos nossos filhos - que dentro em breve irão para as suas próprias casas - como produzir e reproduzir o conforto e o prazer que lhes ensinamos a ter, comendo o que lhes damos. Aos poucos, o que podia parecer complicado e demorado - mais ou menos impossível - torna-se fácil, rápido e acessível.
Com este livro, queremos abrir portas à exploração, encorajar o leitor a construir sobre a riquíssima tradição culinária portuguesa, mas praticando uma vida mais saudável, com uma gama de técnicas culinárias mais simples, rápidas e mais aplicadas à realidade das nossas vidas actuais.

Índice

Glossário
Sopas
Cereais e outros
Leguminosas
Carne
Peixe
Legumes
Molhos de Salada
Sugestões de Saladas
Acepipes e entradas
Doces


Consulte uma das receitas deste livro.

Ler mais

Autor

Vários

.

Ler mais