Partilhar

Desconto: 10%
19,98 € 22,20 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Segundo a lenda,«(...)o mundo repousaria sobre 36 justos, os Lamed-waf, que nada distingue dos comuns mortais e que, por vezes, se ignoram a si mesmos. Se viesse, porém, a faltar um só que fosse, o sofrimento dos homens envenenaria até a alma das crianças, e a humanidade sufocar-se-ia num grito. Porque os Lamed-waf são o coração multiplicado do mundo, e neles se derramam todas as nossas dores como num receptáculo.»
 O Último Justo desenrola-se em torno de uma família judia, os Levi, ao longo de vinte gerações. A narrativa detém-se no século XX, na comunidade de judeus polaca, em Zemyock, até à altura do massacre da cidade pelos russos. É daqui que Benjamin Levi emigra para a Alemanha, no final da Primeira Guerra Mundial. Seguimo-lo de respiração cortada entre as duas guerras, e continuamos a acompanhar a história do povo judaico na Alemanha nazi através do filho de Benjamin, Bernie Levi, o último Justo de uma linhagem que se interrompe em Auchwitz.   
 André Schwarz-Bart nasceu em Metz, em 1928, numa família judaica de origem polaca. Antes de estudar na Sorbonne, trabalhou como operário. Aderiu à Resistência e foi preso em 1943, tendo depois conseguido fugir para continuar a tomar parte activa no combate à ocupação nazi.
 Misto de ficção, relato histórico e panfleto, O Último Justo, primeiro e mais conhecido romance do autor, conquistou o prémio Goncourt em 1959, um dos mais ambicionados prémios literários atribuídos em França.

Ler mais

Autor

André Schwarz-Bart

Ler mais