ENVIOS GRÁTIS - Para compras de 20/11 a 16/12. Devolução prolongada até 30/01/2021. Ver condições

Partilhar

Desconto: 20%
15,92 € 19,90 €

Sinopse

Em O Bode Expiatório, René Girard, um dos críticos mais profundos e originais do nosso tempo, prossegue a sua reflexão sobre o «mecanismo sacrificial», ao qual devemos, do ponto de vista antropológico, a civilização e a religião, e, do ponto de vista histórico e psicológico, os fenómenos de violência coletiva de que o século XX foi a suprema testemunha e que mesmo hoje ameaçam a coabitação dos humanos sobre a Terra.
Ao aplicar a sua abordagem a «textos persecutórios», documentos que relatam o fenómeno da violência coletiva da perspetiva do perseguidor tais como o Julgamento do Rei de Navarra, do poeta medieval Gillaume de Machaut, que culpa os judeus pela Peste Negra, Girard descobriu que estes apresentam surpreendentes semelhanças estruturais com os mitos, o que o leva a concluir que por trás de cada mito se esconde um episódio real de perseguição.
A arrojada hipótese girardiana da reposição da harmonia social, interrompida por surtos de violência generalizada, através da expiação de um bode expiatório constitui uma poderosa e coerente teoria da história e da cultura.

Ler mais

Amostra

Autor

René Girard

René Girard (1923-2015) foi um filósofo, antropólogo, historiador, crítico literário e teólogo francês. Foi Professor emérito das universidades de Strandford e de Duke, nos Estados Unidos, e foi eleito membro da Academia Francesa em 2005, altura em que Michel Serres o apelidou de «o novo Darwin das ciências humanas». A sua descoberta do carácter mimético do desejo permitiu-lhe lançar as bases para a criação de uma nova antropologia.


Ler mais