Partilhar

Nova Gramática do Latim

Frederico Lourenço

2 dias

Desconto: 10%
21,96 € 24,40 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Frederico Lourenço é docente de línguas clássicas desde que se licenciou em 1988, tendo começado o seu percurso profissional como professor de Latim do ensino secundário. Seguiram-se 20 anos de docência na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde lecionou sobretudo Grego (mas também Latim). Desde 2009, é professor associado com agregação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e investigador do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da mesma instituição. Além da atividade pedagógica, tem-se dedicado à tradução de obras da Antiguidade Clássica (Homero, Eurípides e outros autores antigos) e também à tradução e ao estudo do Novo Testamento grego e dos Septuaginta. Publicou artigos especializados sobre temas de filologia clássica em algumas das revistas internacionais mais prestigiadas. Recebeu vários prémios pelos seus trabalhos, mais recentemente o Prémio Pessoa, pela tradução em curso da Bíblia na Quetzal.

Ler mais

Autor

Frederico Lourenço

Ficcionista, ensaísta, poeta, tradutor, Frederico Lourenço nasceu em Lisboa, em 1963, e é atualmente professor na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (depois de vinte anos na Universidade de Lisboa, onde se doutorou com uma tese sobre Eurípides). Traduziu a Ilíada e a Odisseia de Homero, bem como um volume de poesia grega, duas tragédias de Eurípides ou peças de Schiller e Arthur Schnitzler.
No domínio da ficção, é autor da trilogia Pode Um Desejo Imenso (que inclui também, além do título homónimo, os romances O Curso das Estrelas e À Beira do Mundo), bem como de A Formosa Pintura do Mundo, Amar Não Acaba e A Máquina do Arcanjo, ou do volume autobiográfico O Lugar Supraceleste. Publicou ensaios como O Livro Aberto: leituras da Bíblia, Grécia Revisitada, Estética da Dança Clássica ou Novos Ensaios Helénicos e Alemães, e livros de poemas como Santo Asinha e Outros Poemas e Clara Suspeita de Luz. Entre outros, recebeu os prémios PEN Clube (2002), D. Diniz da Casa de Mateus (2003), Grande Prémio de Tradução (2003), Prémio Europa David Mourão-Ferreira (2006) e Prémio Pessoa (2016).

Ler mais