Partilhar

Killers - As Vidas e as Mortes de Onze Terríveis Assassinos em Série

Virginia López

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
14,94 € 16,60 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Esqueça todos os filmes de terror que já viu – neste livro, a realidade supera a ficção. 
As histórias de onze terríveis assassinos em série.   

Esqueça todos os filmes de terror que já viu. Quando falamos de assassinos em série, a realidade supera sempre a ficção e muita da ficção mais conseguida inspira-se em realidades terríveis. 
A história da Humanidade está cheia de episódios macabros, mas também de protagonistas não menos tétricos, muitos deles responsáveis por dezenas desses episódios. Nos Estados Unidos, na Rússia, no Brasil, em Espanha e até mesmo em Portugal, há casos de seres humanos que tiraram a vida de forma cruel e impiedosa a centenas de outros seres humanos. Gente inocente que morreu às mãos de pessoas incapazes de sentir empatia, culpa ou remorso.
Quem foram estes vorazes assassinos em série? Quais foram os seus métodos? Que motivações – sexuais, vingativas ou de outra ordem – tinham? Como foram as suas infâncias e de que forma estas influíram nos seus comportamentos em adultos? Que perfis psicológicos lhes traçaram os especialistas? De que forma se viam a eles próprios? E de que modo a justiça e a sociedade lidaram com eles? 
Com evidente mestria narrativa, Virginia López – jornalista espanhola há vários anos radicada em Portugal – conta as histórias de onze terríveis assassinos em série: um vestia-se de palhaço para atacar, outro usava o charme para seduzir os alvos, outros tornaram-se canibais ou predadores que violavam as vítimas repetidamente, mesmo depois de mortas, além de um português insuspeito que passou a gostar de matar e de um justiceiro brasileiro que matou mais de 100 pessoas e atualmente é youtuber e vive em liberdade. 

Ler mais

Autor

Virginia López

Virginia López nasceu em 1979 em Valladolid, Espanha. Estudou Jornalismo na Universidade Complutense de Madrid e, em 2000, o programa Erasmus trouxe-a para Lisboa. Ao terminar os estudos, participou na realização do programa "Os Combatentes do Ultramar", para o Canal História, e depois trabalhou durante uma década como correspondente de vários meios de comunicação espanhóis, como El Mundo ou Cadena SER. Também colaborou com meios portugueses, como o Diário de Notícias e a Notícias Magazine. Durante sete anos, foi comentadora da Antena 1, no programa "O Esplendor de Portugal". Publicou dois livros em nome próprio – "De Espanha nem Bom Vento nem Bom Casamento" (2012) e "Impunidade" (2013) – e escreveu o livro de memórias de Maria das Dores, que ficou conhecida em Portugal como a socialite que mandou matar o marido – "Eu, Maria das Dores, me Confesso" (2019). É casada com um português, mãe de dois filhos, empresária e prepara-se para publicar uma coleção de livros infantis escritos em parceria com a psicóloga Inês Balinha Carlos.

Ler mais