ENVIOS GRÁTIS - Para compras de 20/11 a 16/12. Devolução prolongada até 30/01/2021. Ver condições

Partilhar

Desconto: 10%
17,91 € 19,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

No seu mais recente livro de poesia, Ana Luísa Amaral visita diversas imagens feitas a partir de episódios bíblicos, em diálogo permanente com a Bíblia e com a arte, num conjunto de poemas belos e terríveis, comoventes e violentos. Esta edição conta com reproduções de grande qualidade, a cores.

E uma conversa quase concluída, 

a resposta ondulante:

nunca te deixarei

Para onde fores, irei também 

contigo,

onde habitares, farei

o meu sustento

Esse pacto havido 

desafiando

tudo:

o tempo a prolongar-se

quase raso

da outra o lugar: 

já não estrangeiro:

só humano, 

e da casa

Ler mais

Autor

Ana Luísa Amaral

Ana Luísa Amaral nasceu em Lisboa, em 1956, e vive, desde os nove anos, em Leça da Palmeira. É Professora Associada na Faculdade de Letras do Porto. Tem um doutoramento sobre a poesia de Emily Dickinson. As suas áreas de investigação são Poéticas Comparadas, Estudos Feministas e Teoria Queer. É autora, com Ana Gabriela Macedo, do "Dicionário de Crítica Feminista" (Afrontamento, 2005) e coordenou a edição anotada de "Novas Cartas Portuguesas" (Dom Quixote, 2010). Coordena neste momento o projeto internacional financiado pela FCT Novas Cartas Portuguesas 40 anos depois, que envolve 13 equipas internacionais e mais de 15 países. Tem em preparação dois livros de ensaios. 

Os seus livros de poesia estão editados em vários países como França, Brasil, Suécia, Holanda, Venezuela, Itália, Colômbia e brevemente no México e na Alemanha. Os seus livros infantis estão editados em França e na Colômbia. Em 2014 sairá no Reino Unido um livro de ensaios sobre a sua obra. 

Em torno dos seus livros de poesia e infantis foram levados à cena espetáculos de teatro e leituras encenadas (como "O Olhar Diagonal das Coisas", "A História da Aranha Leopoldina", "Próspero Morreu" ou "Amor aos Pedaços"). 

Em 2007 obteve o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas, com o livro "A Génese do Amor", também selecionado para o Prémio Portugal Telecom. No mesmo ano, foi galardoada em Itália com o Prémio de Poesia Giuseppe Acerbi. O seu livro "Entre Dois Rios e Outras Noites", obteve, em 2008, o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores e, em 2012, o seu livro "Vozes" obteve o Prémio de Poesia António Gedeão.

Ler mais