Partilhar

Geologia e Geografia na Toponímia de Portugal

A. M. Galopim de Carvalho

Em Stock



Desconto: 10%
9,00 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Em "Geologia e Geografia na Toponímia de Portugal" estão reunidos, por ordem alfabética, nomes de terras portuguesas que, de uma maneira ou de outra, se relacionam com o local particular da Terra onde se situam: ora são «bairros», porque têm argila, ora são «gândaras», por terem areias, ora são «montes», por serem elevados, ora são «vales», por estarem em depressões, ora são «pauis», por terem pântanos, ora são «penas», «penhas» ou «peras» (ou ainda «fragas», «rochas» ou «seixos») por terem pedras de vários feitios e tamanhos, ora são «portelas», por oferecerem passagem entre os montes.

Ler mais

Autor

A. M. Galopim de Carvalho

A. M. Galopim de Carvalho nasceu em Évora, em 1931. É doutorado em Sedimentologia (3ème cycle) pela Universidade de Paris (1964), e em Geologia pela Universidade de Lisboa (1968), tendo leccionado na Faculdade de Ciências desta universidade de 1961 a 2001, ano em que se jubilou como professor catedrático. Leccionou, igualmente, em Geografia, na Faculdade de Letras da mesma universidade, de 1965 a 1981.

É autor de vasta bibliografia científica, de divulgação e de ficção. Para além de ter assinado cerca de 300 títulos (entre artigos científicos, de divulgação científica e de opinião), tem proferido nas duas últimas décadas conferências e participado em colóquios e debates por todo o país e no estrangeiro.

Dirigiu o Museu Mineralógico e Geológico da Faculdade de Ciências de Lisboa, de 1983 a 1992, e o Museu Nacional de História Natural (MNHN), de 1992 a 2003, onde foi o mentor e responsável científico de sucessivos projectos de investigação nas áreas da Geologia Marinha e da Paleontologia dos Dinossáurios. Actualmente continua a trabalhar na divulgação, salvaguarda e valorização do património geológico nacional.

É patrono do Agrupamento de Jardins-de-Infância e Escolas Professor Galopim de Carvalho, em Queluz, e da Escola Básica Galopim de Carvalho, em Évora.

Concebeu e participou na concretização do Museu do Quartzo, em Viseu, oficialmente designado por Centro de Interpretação Galopim de Carvalho.

Foi-lhe atribuído, em 2018, o título de Doutor Honoris Causa, pela Universidade de Évora.

Ler mais