Partilhar

Enquanto Lisboa Arde o Rio de Janeiro pega Fogo

Hugo Gonçalves

Em Stock



Desconto: 20%
15,56 € 19,45 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Terão acontecido terramotos, pragas e guerras, mas só um homem, esperando uma mulher que não apareceu, tinha a importância daquilo que fica para sempre.»

Com a cabeça a prémio e uma encomenda secreta para entregar, um homem sem nome foge de Lisboa para o Rio de Janeiro. Leva consigo o desejo de começar uma segunda vida, no Novo Mundo dos trópicos, a fim de esquecer um passado desastroso e um Portugal afundado na depressão coletiva da grande crise financeira do século.

No Rio de Janeiro, encontra a exorbitância da Natureza, o mar, os morros, a selva, o sexo e a paixão por uma mulher que mais parece fogo-posto. Mas o paraíso tem os dias contados, e a entrega da encomenda lança-o na teia da cidade maravilhosa: das penthouses do Leblon ao cume da favela do Vidigal, da Serra dos Órgãos a uma ilha deserta, o explorador enamorado protagoniza uma perigosa odisseia na companhia de terroristas bascos, sobreviventes do Holocausto e foras-da-lei internacionais.

Se os escandinavos têm o policial noir, da opressiva planura da neve e dos dias com poucas horas de sol, então, este é um exuberante exemplo do technicolor luso-brasileiro, a rebentar de luz e calor, garrido no céu e no mato, destravadamente romântico e obsessivo com a fruição do corpo.


Ler mais

Amostra

Autor

Hugo Gonçalves

Hugo Gonçalves (1976) é autor de vários romances.

Na Companhia das Letras, estão publicados Deus Pátria Família (semifinalista do prémio Oceanos), Filho da mãe (finalista dos prémios P.E.N. Clube e Fernando Namora) e O coração dos homens.

Revolução, um drama familiar que acompanhamos desde o fim do Estado Novo até aos conturbados tempos do PREC, é o seu romance que mais recente. Foi considerado por Miguel Real, escritor e crítico do JL, como um dos melhores romances de 2023.

Guionista da série Rabo de Peixe (Netflix), foi correspondente de diversas publicações portuguesas em Nova Iorque, Madrid e no Rio de Janeiro, cidade onde trabalhou como editor literário.

Jornalista premiado e cronista, é um dos criadores do podcast «Sem barbas na língua».

Ler mais