Partilhar

Enciclopédia da Estória Universal - Recolha de Morel

Afonso Cruz

Poucos exemplares em stock



Desconto: 10%
14,36 € 15,95 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Sempre que se abre um livro, o mundo deixa de ser verdade, para passar a ser uma hipótese.»

Malgorzata Zajac, Fragmentos do espanto

Volume inaugural da Enciclopédia da Estória Universal, coleção única no panorama português, Recolha de Morel é uma compilação de factos esquecidos ou ignorados pela História, encruzilhados uns nos outros em forma de labirinto. Há quem diga que são inventados - ficções, burlas, pseudo-epigrafias -, mas a verdade pouco interessa. Nestas narrativas, há espaço para mordomos e coronéis, metáforas, assassinos, deuses duplos, cabalistas, ascetas hindus, entre outras verdades ou ficções, tudo corroborado (ou não) pela História.

«Um homem, antes de morrer, deve cantar a sua vida, contar histórias, tornar-se leve. A verdadeira gordura é passado que não se liberta, que não retorna ao mundo e fica encafuado no corpo, sólido, denso, nos quadris, nas coxas, nas articulações. É por isso que os velhos têm dificuldade em mexer o corpo. Estão carregados de passado nos ossos, nas rótulas, no espinhaço, na cerviz. Tudo calcinado por ontens. Quando, pela palavra, o Homem liberta as suas memórias, fica leve, e é tanta levidade, que, por vezes, tem de se impedir de falar, para que não se vá pelos ares, como uma folha seca. Contar histórias destrói toda a gravidade e todas as leis.»


Ler mais

Amostra

Autor

Afonso Cruz

Afonso Cruz é o multipremiado autor de romances como Para onde vão os guarda-chuvas ou Jesus Cristo bebia cerveja.

Recebeu, entre outros: Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores; Prémio Fernando Namora; Prémio Sociedade Portuguesa de Autores; Prémio Time Out - Melhor Livro do Ano; Prémio da União Europeia para a Literatura; Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco; Prémio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil do Brasil (FNLIJ) e Prémio Literário#Maria Rosa Colaço. Assina, desde Fevereiro de 2013, uma crónica mensal no Jornal de Letras, Artes e Ideias sob o título «Paralaxe».

Os seus livros estão traduzidos para mais de vinte línguas.

Ler mais