Partilhar

Em Queda Livre

William Golding


Versão em Ebook

Ebook Adobe Digital Editions
Instruções de funcionamento


Desconto: 10%
10,79 € 11,99 €

Detalhes do Produto

Sinopse

De alguma forma, em algum momento, Sam Mountjoy perdeu a sua liberdade, o livre-arbítrio «que não pode ser discutido mas somente sentido, como uma cor ou o sabor das batatas».

Nascido na pobreza, de pai incógnito e mãe alcoólica, Sam cresce na vida, superando as suas origens e transformando-se num pintor de sucesso, com quadros expostos na Tate Gallery. Arrastado para a Segunda Guerra Mundial, é feito prisioneiro, submetido a tortura e fechado na escuridão de uma cela de onde emerge, como Lázaro do túmulo, descobrindo a infinidade num grão de areia e a eternidade numa hora.

Transfigurado pela traumática experiência, inicia o processo de compreensão do que o Homem pode ser. Determinado em entender a pessoa em que se transformou pelas escolhas que fez na vida, Sam relembra o passado na tentativa de encontrar o momento exacto em que o peso acumulado dessas escolhas o privou do livre-arbítrio.

Ler mais

Autor

William Golding

William Gerald Golding (1911-1993) nasceu em Cornwall em na Inglaterra. Em 1935, após publicar uma pequena colecção de poemas, gradua-se em literatura inglesa em Oxford. Trabalhou como escritor, actor e produtor em pequenas companhias de teatro até se tornar professor em Salisbury. Em 1940, entra para a Marinha inglesa e durante a II Guerra Mundial, participa da perseguição e afundamento do navio alemão Bismarck e também do desembarque das tropas aliadas na Normandia. Sobre esta experiência disse “Qualquer pessoa que tenha passado por esses acontecimentos terríveis sem entender que o homem produz o mal como a abelha produz o mel estava cega ou louca”. O seu primeiro romance foi “O Senhor das Moscas” (1954) seguido de “Os Herdeiros” (1955) e “Queda Livre” (1959). Em 1980 recebe o Booker Prize Inglês pelo seu livro “Ritos de Passagem”. Foi agraciado com o Prémio Nobel da Literatura em 1983 pelo reconhecimento pela sua obra. Cinco anos mais tarde, recebe o título de cavaleiro do Império Britânico. Morreu em 1993, deixando um romance inacabado, “The Double Tongue” (A Língua Dupla).

Ler mais