Partilhar

Desconto: 10%
19,80 € 22,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A presente obra, sem deixar de ser resultado de trabalho de campo, é sobretudo uma recolha de vocabulário minhoto já registado, mas muito disperso, o que implicou anos de pesquisa. É, pois, um trabalho silencioso e meticuloso de quem tem respeito pelas palavras, pelos informadores e pelos investigadores que as deram a lume.

«Habituados ao português que tende a tornar-se igual de norte a sul, não só na escrita, mas também na fala, muitos terão tendência a olhar para muitas destas palavras como um português de segunda, um português mal falado, próprio de pessoas incultas que devem ser ensinadas a falar como deve ser, já que muitas delas mal foram à escola. E assim se confunde analfabetismo com incultura.» Amadeu Ferreira


Ler mais

Autor

Vítor Fernando Barros

Com estudos em Direito e em Línguas e Literaturas Modernas, exerce a profissão docente na escola Mouzinho da Silveira, Baixa da Banheira (Moita) onde leciona a disciplina de Língua Portuguesa. Publicou, entre artigos em livros, revistas e jornais, as seguintes obras: Uma aldeia transmontana: morfologia social de Fornos, Dicionário do Falar de Trás-os-Montes e Alto Douro, Dicionário de Falares das Beiras, Dicionário de Falares do Alentejo, Gramática da Língua Portuguesa, Nova Gramática de Português – língua estrangeira e língua segunda, Dicionário de Português Europeu para Brasileiros e vice-versa, Lagoaça – Estratégias de Alianças Matrimoniais e Processos de Referenciação em Lagoaça e Fornos: nomes próprios, apelidos, formas de tratamento e alcunhas.

Ler mais