Partilhar

Contrato de Trabalho da Administração Pública e Sistema de Fontes

Pedro Madeira de Brito

Em Stock


Desconto: 10%
36,01 € 40,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Do Prefácio

O texto que agora se publica corresponde no essencial à tese de Doutoramento apresentada na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 2010 e discutida em 15 de dezembro de 2011 perante um júri composto pelos Professores Doutores João Leal Amado, Júlio Gomes, António Menezes Cordeiro, Pedro Romano Martinez, Paulo Otero, Luís Menezes Leitão e Maria do Rosário Palma Ramalho. Volvidos mais de oito anos sobre o escrito original não faria sentido publicar o texto tal como foi apresentado a provas públicas. Na verdade, verificaram-se alterações legislativas e houve, desde então, uma significativa produção doutrinal e jurisprudencial, que exigem uma atualização para que o diálogo científico seja profícuo. Acresce que a discussão e as críticas certeiras que foram formuladas aquando da discussão geraram novas pistas para alguns desenvolvimentos nos pressupostos e nas conclusões. Optou-se, por isso, por realizar um trabalho de atualização legislativa, doutrinal e jurisprudencial, que importou significativas modificações e acrescentos. O texto foi completamente atualizado em conformidade com a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas aprovada pela Lei n.° 35/2014, de 20 de junho e ponderadas as alterações legislativas mais significativas em matéria de trabalho subordinado na Administração Pública. Não obstante ter sido mantido o título e globalmente a estrutura do texto apresentado, foram feitos desenvolvimentos - alguns dos quais deram origem a  publicações autónomas - que se mostraram imprescindíveis. Este trabalho de atualização determinou um aumento do número de páginas e a consideração dos mais significativos desenvolvimentos doutrinais verificados até ao final de 2018. A matéria do emprego público, durante muito tempo sem atenção da doutrina, tem sido objeto, nos anos mais recentes, de estudo mais atento e profundo, tendo sido apresentadas várias teses de doutoramento sobre a matéria. Em qualquer caso, a atualização e o desenvolvimento do texto não significam que se tenha recuado nas ideias expostas; bem pelo contrário, as conclusões antes alcançadas saíram reforçadas, pelo menos na convicção do autor. Julga-se que hoje é mais nítida a existência de um contrato de trabalho da Administração Pública que tem dois sujeitos: o trabalhador público e o empregador público. Este contrato tem diversas características que lhe conferem especialidade e inclui no seu âmbito os vínculos de emprego público e os vínculos laborais na Administração Pública que se regem pelo Código do Trabalho.

(...)

Ler mais

Autor

Pedro Madeira de Brito

Doutor em Direito, Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Advogado 

Ler mais