Partilhar

Com Coentros e Conversas à Mistura

Sopas de Pedra

A. M. Galopim de Carvalho

Em Stock



14,95 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Nestas conversas cabe tudo. Além dos saberes de uma culinária tradicional e caseira, cabem relatos ou crónicas de situações vividas e presenciadas, experiências de profissão, intervenções cívicas, ensaios, reflexões que vão da política à filosofia, passando pela arte, com humildade e simplicidade, na perspectiva de ensinar e explicar a quem não sabe. Conversas, como as que habitualmente se têm à mesa, em almoços e jantares de família, entre parentes ou amigos, ou entre colegas de profissão, estão aqui, a par de outras, como aquelas que tivemos, eu e os meus companheiros, com os camponeses, em ocasiões do campismo selvagem que fazíamos nos terrenos das herdades rurais, em noites de Verão, petiscando e confraternizando, onde os saberes próprios das vidas deles se misturavam com os nossos, adolescentes a estudarmos na cidade.»

A. M. Galopim de Carvalho


Ler mais

Autor

A. M. Galopim de Carvalho

A. M. Galopim de Carvalho nasceu em Évora, em 1931. É doutorado em Sedimentologia (3ème cycle) pela Universidade de Paris (1964), e em Geologia pela Universidade de Lisboa (1968), tendo leccionado na Faculdade de Ciências desta universidade de 1961 a 2001, ano em que se jubilou como professor catedrático. Leccionou, igualmente, em Geografia, na Faculdade de Letras da mesma universidade, de 1965 a 1981.

É autor de vasta bibliografia científica, de divulgação e de ficção. Para além de ter assinado cerca de 300 títulos (entre artigos científicos, de divulgação científica e de opinião), tem proferido nas duas últimas décadas conferências e participado em colóquios e debates por todo o país e no estrangeiro.

Dirigiu o Museu Mineralógico e Geológico da Faculdade de Ciências de Lisboa, de 1983 a 1992, e o Museu Nacional de História Natural (MNHN), de 1992 a 2003, onde foi o mentor e responsável científico de sucessivos projectos de investigação nas áreas da Geologia Marinha e da Paleontologia dos Dinossáurios. Actualmente continua a trabalhar na divulgação, salvaguarda e valorização do património geológico nacional.

É patrono do Agrupamento de Jardins-de-Infância e Escolas Professor Galopim de Carvalho, em Queluz, e da Escola Básica Galopim de Carvalho, em Évora.

Concebeu e participou na concretização do Museu do Quartzo, em Viseu, oficialmente designado por Centro de Interpretação Galopim de Carvalho.

Foi-lhe atribuído, em 2018, o título de Doutor Honoris Causa, pela Universidade de Évora.

Ler mais