Partilhar

Apologia do Diabo

J. B. Erhard

Sujeito a confirmação por parte da editora

Desconto: 20%
11,20 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«O diabo sob vestes humanas, o tirano, vive apenas no medo e do medo. Na liberdade alheia vê somente uma resistência ao seu domínio absoluto.»

Apologia do Diabo (1795), brevíssimo ensaio descoberto e traduzido em Itália por Benedetto Croce em 1943, é não só uma pequena jóia esquecida da literatura filosófica mas, sobretudo, uma reflexão sobre a natureza e a questão do mal. Nela, o diabo – personificação da malvadez e «destruidor da liberdade alheia» – vê a sua conduta revelada em máximas que compõem um genuíno sistema da maldade, entre as quais «serve-te da moralidade dos outros como fraqueza para os teus fins» e «torna desditoso todo aquele que não quiser depender de ti». Em linhas que versam a imoralidade política, inspiradas nas categorias da filosofia kantiana, J. B. Erhard faz-nos compreender os diabos de carne e osso e os tiranos que pululam no mundo, bem como a repercussão dos seus actos perversos nas vontades alheias.

Ler mais

Autor

J. B. Erhard

Médico e escritor, J. B. Erhard (1766-1827) interessou-se pela matemática e pela filosofia em tenra idade, estudos que prosseguiria em Jena, e exerceu medicina em Berlim. Visitou Copenhaga e Königsberg para conhecer os filósofos mais importantes do seu tempo, entre os quais Kant ? com quem manteria uma fértil correspondência ?, e aprofundar os seus conhecimentos. Influenciado pelo jacobinismo, publicou as suas obras maiores em 1795: Apologia do Diabo e Do Direito do Povo a Uma Revolução (Moraes Editores, 1976), sobre a legitimidade da resistência e das revoluções populares. Como ensaísta, teorizou sobre a autocracia, os direitos humanos, a justiça e as leis.

Ler mais