Partilhar

Desconto: 20%
11,12 € 13,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

"A Mais Absurda das Religiões" reúne um conjunto de crónicas, entre originais e textos publicados em jornais, revistas e blogues (Sábado, Observador, Ler, A Capital, Atlântico, etc.) do escritor e argumentista Nuno Costa Santos.
Usando de um apurado poder de observação relativamente ao que o rodeia, e dominando a frase curta, certeira, o autor parte quase sempre dos pormenores do quotidiano, de um acontecimento, uma expressão, para iluminar através do seu foco as pessoas comuns, as manias, os sentimentos, as contradições. As dos outros e as suas. As nossas.
Fala-nos do que é isto de ser português, mas também da condição da paternidade, da insularidade, dos Açores, dos que o marcaram e marcam. Do que acontece na pastelaria, no bairro, das redes sociais, da amizade, da solidão, de música, de escritores, de expressões do arco-da-velha, do drama maior de comprar um par de sapatos um número acima. Da condição de cronista. E quase sempre, em quase tudo, de uma certa poesia.

Ler mais

Autor

Nuno Costa Santos

Nuno Costa Santos é escritor e argumentista. Tem trabalhado em vários géneros. Autor de livros como "Céu Nublado com Boas Abertas" (romance), “Trabalhos e Paixões de Fernando Assis Pacheco” (biografia), "A Mais Absurda das Religiões" (crónica) e de peças de teatro como “Mundo Distante”, “I Don´t Belong Here” e “Em Mudanças”.

 No audiovisual, fez parte da equipa de programas como “Zapping”, “Os Contemporâneos”, "Mal-Amanhados - Os Novos Corsários das Ilhas".

A personagem melancómico, que criou e protagoniza, teve diversas consagrações – do livro à rádio.

Assina colaborações em diferentes jornais e revistas e integra o painel do programa Novo Normal.

É dos fundadores da produtora Alga Viva, com sede nos Açores, dirige a revista literária Grotta e o Encontro Arquipélago de Escritores. 

Ler mais