Partilhar

1975: O ano que terminou em Novembro

Mário Carneiro, António Luís Marinho

Em Stock


Desconto: 20%
7,99 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«O voto do Povo Português não vai ser exercido contra a liberdade; tem de ser exercido pela liberdade. Nós não vamos perder, por via eleitoral, aquilo que tanto tem custado aos Portugueses.» Vasco Gonçalves«Tão bom socialista é aquele que vai à Missa como aquele que não vai.» Mário Soares, em campanha«E digo-lhe mais: em Portugal, doravante, não existirá qualquer hipótese para a instauração de uma democracia como as que se conhecem na Europa Ocidental. Nunca mais!» Álvaro Cunhal, entrevista a Oriana Fallaci «É tarefa de génios gizar uma Constituição Revolucionária tão avançada que não seja ultrapassada [...] tão justa que seja digna dos trabalhadores de Portugal.»Costa Gomes, na abertura dos trabalhos da Constituinte«Povo que somos, choramos lágrimas de felicidade e verdade revolucionária. Felizes como estamos, garantimos a vitória do poder popular. Viva a aliança Povo-MFA! Pela revolução até ao fim!» Telegrama enviado às redações pelos trabalhadores de escritório do distrito de Setúbal.

Ler mais

Autor(es)

Mário Carneiro

Ler mais

António Luís Marinho

Ler mais