Partilhar

What Can I do When Everything's On Fire

António Lobo Antunes

2 dias


Desconto: 10%
19,42 € 21,58 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A soaring, symphonic epic by the Portuguese master novelist, considered to be the "heir to Conrad and Faulkner" (George Steiner).

The razor-thin line between reality and madness is transgressed in this Faulknerian masterpiece, António Lobo Antunes´s first novel to appear in English in five years. What Can I Do When Everything's On Fire?, set in the steamy world of Lisbon´s demimonde - a nightclub milieu of scorching intensity and kaleidoscopic beauty, a baleful planet populated by drag queens, clowns, and drug addicts - is narrated by Paolo, the son of Lisbon´s most legendary transvestite, who searches for his own identity as he recalls the harrowing death of his father, Carlos; the life of Carlos´s lover, Rui, a heroin addict and suicide; as well as the other denizens of this hallucinatory world. Psychologically penetrating, pregnant with literary symbolism, and deeply sympathetic in its depiction of society´s dregs, Lobo Antunes´s novel ventriloquizes the voices of the damned in a poetic masterwork that recalls Joyce´s Ulysses with a dizzying farrago of urban images few readers will forget.

Ler mais

Autor

António Lobo Antunes

António Lobo Antunes nasceu em Lisboa, em 1942. Estudou na Faculdade de Medicina de Lisboa e especializou-se em Psiquiatria. Exerceu, durante vários anos, a profissão de médico psiquiatra. Em 1970 foi mobilizado para o serviço militar. Embarcou para Angola no ano seguinte, tendo regressado em 1973. Em 1979 publicou os seus primeiros livros, Memória de Elefante e Os Cus de Judas, seguindo-se, em 1980, Conhecimento do Inferno. Estes primeiros livros transformaram-no imediatamente num dos autores contemporâneos mais lidos e discutidos no âmbito nacional e internacional. Todo o seu trabalho literário tem sido, ao longo dos anos, objecto dos mais diversos estudos, académicos ou não, e dos mais importantes prémios, nacionais e internacionais, entre os quais se contam o Prémio Juan Rulfo, 2008, Prémio Camões, 2007, Prémio Jerusalém, 2005, Prémio Ovidio, 2003 e Prémio Europeu de Literatura, 2001. A obra de António Lobo Antunes encontra-se traduzida em inúmeros países e recentemente foi anunciada a sua edição na prestigiosa colecção Pléiade.

Ler mais