Partilhar

The Corrections

Jonathan Franzen

5 dias


Desconto: 10%
12,60 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A brilliantly perceptive and moving novel, that announced Jonathan Franzen as one of our greatest living writers.

One of the ten books – novels, memoirs and one very unusual biography – that make up our Matchbook Classics’ series, a stunningly redesigned collection of some of the best loved titles on our backlist.

After fifty years as a wife and mother, Enid Lambert is ready to have some fun. Unfortunately, her husband Alfred is losing his sanity, and their children have long since fled for the catastrophes of their own lives. As Alfred’s condition worsens and the Lamberts are forced to face their secrets and failures, Enid sets her heart on one last family Christmas.

Bringing the old world of civic virtue and sexual inhibition into violent collision with the era of hands-off parenting, do-it-yourself mental healthcare and globalised greed, The Corrections established Jonathan Franzen as one of the most brilliant interpreters of the American soul.

Ler mais

Autor

Jonathan Franzen

Jonathan Franzen nasceu em 1959 no Illinois e vive em Nova Iorque. É autor de quatro romances: The Twenty-Seventh City (1988), Strong Motion (1992), Correcções (2001) e Freedom (2010); e de duas obras de não-ficção: How to Be Alone (2002) e The Discomfort Zone (2006). Foi considerado pela Granta e pelo The New Yorker como um dos melhores romancistas norte-americanos com menos de quarenta anos. Poucas obras conseguiram um reconhecimento da crítica e do público tão unânime como Correcções , que teve mais de um milhão de leitores nos Estados Unidos, foi classificado como obra-prima e como «o grande romance do século», conheceu uma difusão internacional sem precedentes com a publicação em quase todas as línguas e um sólido projecto cinematográfico. Com Correcções, Jonathan Franzen obteve ainda o National Book Award 2001 e o James Tait Black Memorial Prize 2002. Em Agosto de 2010, Jonathan Franzen foi capa da revista Time - uma honra que não era concedida a um autor vivo há uma década - com as palavras «O Grande Romancista Americano» em grande destaque.

Ler mais