Partilhar

Sá Carneiro (19 jul 34 - 04 dez 80) - Caso Camarate – Acidente ou Sabotagem

António A. Neves

Em Stock



Desconto: 10%
16,20 € 18,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

À data dos factos, o autor foi convidado para integrar uma das equipas de investigação daquele que ficou conhecido como Caso Camarate, pela habilitação reconhecida proveniente de seis anos operacionais na Força Aérea Portuguesa / FAP:

BA1 / Granja do Marquês, Sintra: Manutenção dos Cessna T-37 (treino) nos célebres birreatores da esquadrilha Asas de Portugal;

BA12 / Guiné: Manutenção, Linha da Frente e Voo em Helicópteros Alouette III, com centenas de horas de voo operacional. Acompanhamento de dois acidentes aéreos, um deles por despenhamento de um helicóptero em que pereceram todo os ocupantes, maioritariamente deputados. Logo se aventou – e inventou – a hipótese de ter sido abatido pelo inimigo. Na realidade, despenhou-se pelo facto de o piloto não ter conseguido evitar-se a um tornado, contrariamente aos restantes hélis que seguiram em formação;

BA3 / Tancos: Manutenção, Formação e Voo, com acompanhamento de um acidente aéreo envolvendo dois helicópteros com sete vítimas mortais e uma sabotagem em fornilho, com a destruição total ou incapacitação operacional de vinte e oito aeronaves, entre aviões e helicópteros.

BA6 / Montijo: Manutenção de Sistemas Hidráulicos do avião de deteção submarina e bombardeiro P2-V5.

Para o caso em apreço, o conhecimento da linguagem aeronáutica foi uma mais valia para a interpretação de determinados procedimentos e suas consequências, bem como para a interpretação dos destroços do avião Cessna 421 A que se despenhou em Camarate na noite de 04 DEZ 80.

***

Com base no que está vertido nos nove relatórios finais das dez Comissões Parlamentares de Inquérito / CPI, que aquelas comissões – ao longo de mais de trinta anos – assumiram como tendo sido as conclusões a que chegaram sobre o ‘Caso Camarate’, o autor pretendeu reunir, confrontar aquelas conclusões, entre si mesmas e com a realidade que acompanhou – desde o primeiro momento – e colocar para sufrágio da opinião pública, as não conformidades e disparidades que identificou entre aqueles relatórios.

E assim ficarão plasmadas para a História.

Ler mais

Autor

António A. Neves

ANTÓNIO A. NEVES reuniu a sua experiência na Aeronáutica Militar / FAP, com a de Investigação Criminal / PJ e ensaiou o presente trabalho. Fê-lo como se de uma fluente conversa se tratasse, substituindo a sua voz pela sua escrita e através dela, dar a conhecer o que será desconhecido, porventura inimaginável, pela maioria das pessoas que ouviram e conti- nuam a ouvir uma narrativa sobre os factos tratados no presente ensaio.

Ler mais