Partilhar

Desconto: 20%
20,00 € 24,99 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O trabalho de Rui Calçada Bastos obriga-nos a considerar o mundo como uma realidade próxima embora misteriosa e inesperada. Neste sentido aproxima-nos de alguma poesia contemporânea que lida com palavras comuns, imagens planas, situações totalmente vulgares fazendo que a exposição dessa banalidade, a sucessão de episódios sem qualquer grandiloquência, drama ou lirismo se torne, exactamente, o palco de exposição das emoções (hoje) possíveis, e possa ser, afinal, o lugar onde se revelam as possibilidades de abertura ou de afundamento dos seres.
O real que Rui Calçada Bastos regista parece próximo - porque nenhum segredo parece esconder as imagens que nos apresenta; elas são aquilo que são, sem a adição de qualquer elemento do que, em linguagem comum, entendemos por beleza; são pormenores de um mundo urbano e sempre incompleto (porque em movimento perpétuo, porque nunca terminado, porque já em desagregação). Mas quanto mais banais nos (a)parecem essas imagens, mais obscuras resultam, mais se inverte ou se desdobra o seu significado. É nisso que consiste o resvalar ou o desvio que referimos; marcado, por vezes, por jogos visuais de decifração e adivinhação dos sinais de reconhecimento do real, por jogos de simetria e desmultiplicação de imagens, mas garantindo, também, pequenas narrativas abertas que, partindo de registos instantâneos e sem significado inicial, vão ganhando espessura à medida que se olham, que se relacionam com outras imagens registadas/colocadas antes ou depois ou ao lado de...

João Pinharanda

 

Ler mais

Autor

Rui Calçada Bastos

Ler mais